ex-corinthians-mostra-desejo-de-enfrentar-jogador-do-paris-saint-germain-Futebol-Latino-10-08
Foto: API

*Por Mônica Alvernaz

Sonho da maioria dos jogadores, a Europa acaba se tornando um grande sonho de atuação. Porém, nem sempre a chegada de um atleta a um clube europeu acaba sendo da maneira imaginada.

Leia mais: Amorebieta reforça o Cerro Porteño na temporada
Olimpia anuncia empréstimo de atacante para clube brasileiro

Alguns nomes, embora com grande destaque no país natal, não renderam o esperado no Velho Continente e acabaram decepcionando os torcedores dos clubes que defendiam.

Recentemente, o caso de Gabigol foi mais um na lista. Apesar de grandes atuações no Brasil, o atacante nunca deslanchou no exterior. Após deixar a Internazionale, Gabigol retornou ao Brasil e defenderá o Flamengo na atual temporada.

Confira lista de alguns latinos que foram com grande destaque para a Europa, mas acabaram deixando a desejar na atuação.

1 – Jonathan Calleri

Revelado no All Boys, o argentino de 25 anos deixou sua terra pela primeira vez em 2015, para defender o São Paulo. Sem grande atuação pelo tricolor paulista, ele acabou emprestado ao West Ham, onde também não brilhou. Hoje em dia, ainda está na Europa, mas não tem grande destaque no Alavés, clube que defende desde 2018.

2 – Centurión

Hoje com 25 anos, Ricardo Centurión foi descoberto profissionalmente quando atuava pelo Racing. Fora da Argentina, o atacante teve passagens pelo São Paulo e pelo Genoa. Em ambas oportunidades, Centurión não muitas atuações de destaque e marcou gol em poucas oportunidades. Atualmente, ele defende as cores do clube que o revelou.

3 – Juan Quintero

Quando deixou a Colômbia em 2016, após grande temporada pelo Atlético Nacional, Quintero levou consigo grande expectativa para atuar em clube europeu. No entanto, após breves passagens por Pescara, Porto e Rennes, o atleta colombiano retornou para o seu país natal. Após defender o Independiente Medellín por uma temporada, Quintero defende hoje o River Plate na Argentina.

4 – Defederico

Aos 29 anos e revelado no Huracán, Defederico chegou ao Brasil para atuar no Corinthians em 2009 com grande status. Apesar disso, com apenas três gols marcados pelo Timão, ele acabou retornando à Argentina. Na Europa, ele ainda não deslanchou. Desde o último ano, o meia veste a camisa do Apollon Smyrnis, da Grécia.

5 – Borré

Após ter atuado nas divisões de base do Deportivo Cali e se destacado na equipe profissional do clube colombiano, Borré deixou seu país natal em 2016 para a primeira experiência no exterior. Ele chegou ao Atlético de Madri e acabou emprestado ao Villareal. Apesar de vir de uma boa fase na Colômbia, o atacante não conseguiu repetir o feito na equipe espanhola e marcou apenas quatro vezes em 30 partidas disputadas. Borré acabou retomando a carreira na América do Sul e hoje em dia veste a camisa do River Plate.