COMPARTILHAR
Foto: MoWA Press

*Equipe Odds Shark

Acreditar que o Brasil será o campeão é fácil, mas rende muito menos do que se o time for batido logo na fase de grupos da Copa do Mundo. A seleção Canarinho é a segunda mais cotada para conquistar o hexa (R$ 6,00 / um). A favorita é ainda é a Mannschaft (R$ 5,50 / um). Tropeços contra Costa Rica, Sérvia e Suíça valem uma boa grana. Confira abaixo o prognóstico, segundo o Oddsshark.com.

É possível nem às oitavas chegar?

Possível é, porém é difícil. Somente em três mundiais o Brasil não passou da primeira fase. Em 1930, Preguinho e seus companheiros terminaram atrás da Iugoslávia, num triangular que também tinha a Bolívia. Quatro anos mais tarde, os brasileiros perderam para a Espanha por 3 a 1 numa competição que era toda no formato de mata-mata.

Em 1966, os de camisa amarela começaram bem com um triunfo sobre a Bulgária por 2 a 0 (gols de Pelé e Garrincha). Na sequência, vieram revezes diante de Hungria (3 a 1) e Portugal (outro 3 a 1).

De lá para cá, a competição inchou. De dezesseis países, aumentou para vinte e quatro e, posteriormente, chegamos aos trinta e dois. Com tantas babas no Mundial, é bastante improvável que grandes craques não fiquem entre os dezesseis das oitavas de final.

Da Copa da Inglaterra para cá, o pior papel verde e amarelo aconteceu em 1990, quando o Brasil perdeu para a Argentina nas oitavas de final por 1 a 0.

Brasil x Suíça

Brasil e Suíça se encontram pela segunda vez na história das Copas. Na primeira, empataram em 2 a 2, em 1950. Somando todos os confrontos, até aqui, o Brasil venceu três, contra dois sucessos dos europeus, além de três empates. Os da Terra do Chocolate não passaram das oitavas de final, nem na Copa de 2014, nem na Eurocopa de 2016. Chegaram até aqui dando um calor muito grande em Portugal de Cristiano Ronaldo, que só conseguiu ultrapassá-los na última jornada das Eliminatórias. O craque da esquadra é o zagueiro da Juventus Stephan Lichtseiner.

A zebra de Zurique, Berna e Lucerna rende R$ 8,00 / um, contra R$ 4,50 / um da igualdade e R$ 1,40 / um se der Neymar e companhia.

Brasil x Costa Rica

Em dez compromissos, os tupiniquins ganharam nove e só perderam um para os Ticos. Considerando apenas Copas do Mundo, o Brasil venceu duas: 1 a 0, em 1990; e 5 a 2, em 2002. Os centro-americanos chegaram às quartas de final em 2014 e às semifinais da Copa de Ouro da CONCACAF do ano passado. O cérebro do selecionado é o meia Celso Borges, do La Coruña.

O êxito brasileiro recompensa você em R$ 1,22 / um, contra R$ 13,00 / um da surpresa latina e R$ 6,00 / um se cada lado somar um ponto, segundo o Oddsshark.com.

Brasil x Sérvia

Considerando os duelos contra a outrora poderosa Iugoslávia, os dois rivais já se pegaram quatro vezes em Mundiais: Em 1930, os iugoslavos nos venceram por 2 a 1. Os sul-americanos deram o troco em 1950: 2 a 0. Não houve vencedores em 1954 (1 a 1) e em 1974 (0 a 0).

Com a desintegração do país, o escrete balcânico passa por uma reformulação, após não ter vindo à Copa do Brasil, nem ao Europeu da França. É preciso ficar atento ao zagueiro Bransilav Ivanovic (do Zenit) e ao atacante Aleksandar Mitrovic (do Newcastle).

Quem apostar no Brasil concorre a R$ 1,36 / um, contra R$ 4,75 / um da igualdade e R$ 8,50 / um da Sérvia.

Prêmios mais baixos

Se passar para as oitavas, o que é algo bastante crível, os prêmios para o “País do Futebol” ir à lona são menores. Terminar entre os dezesseis equivale a R$ 3,50 / um. Prever a eliminação brazuca nas quartas gera R$ 4,33 / um. Quem acertar que o Brasil perde nas semifinais ganha R$ 5,00 / um. A inglória medalha de prata recompensa o investidor em R$ 7,00 / um.

Camisa pesa

Investimentos futuros podem dar muitos frutos. Como já informado, o pentacampeonato alemão está avaliado em R$ 5,50 / um e o hexa do Brasil em R$ 6,00 / um. Seguindo pela ordem, o bicampeonato francês está cotado em R$ 6,50 / um, o bi da Fúria espanhola em R$ 8,00 / um e o tri argentino em R$ 9,67 / um.

Leia mais em Futebol Latino.

1ª Fase:

Domingo, 17 de junho:

16h00: (R$ 1,40) Brasil x Suíça (R$ 8,00) (Empate R$ 4,50)

Sexta-feira, 22 de junho:

10h00: (R$ 1,22) Brasil x Costa Rica (R$ 13,00) (Empate R$ 6,00)

Quarta-feira, 27 de junho:

16h00: (R$ 8,50) Sérvia x Brasil (R$ 1,36) (Empate R$ 4,75)

Apostas futuras da eliminação brasileira (segundo o Oddsshark.com):

  • Fase de grupos: R$ 11,00 / um.
  • Oitavas de final: R$ 3,50 / um.
  • Quartas de final: R$ 4,33 / um.
  • Semifinais: R$ 5,00 / um.
  • vice-campeão: R$ 7,00 / um.
  • campeão: R$ 6,00 / um.