Uma vitória. Para não depender de absolutamente nenhum resultado, o Kawasaki Frontale depende apenas de mais uma vitória na J-League para ser bicampeão nacional, já que é o atual detentor da conquista.

Leia mais: Final da Libertadores não terá torcida visitante nos dois jogos
Nicolás Castillo pode trocar o Benfica por time da Premier League

O lateral-direito Elsinho, que já está há quatro anos no clube asiático, vive dias de bastante ansiedade antes do confronto frente ao Cerezo Osaka fora de casa no próximo sábado (10).

Porém, ele confessa que o momento é de tentar manter a calma e a concentração para superar mais esse desafio na temporada e consolidar o título.

“Estamos muito próximos de conquistar a J-League novamente. Teremos mais três rodadas pela frente e mais um triunfo confirmaremos esse título, que seria muito importante na história do clube. Vamos manter a intensidade e segurar a ansiedade para levantarmos esse troféu novamente, assim como em 2017”, avalia Elsinho.

Aos 29 anos de idade, o brasileiro com passagens no futebol nacional por clubes como Vasco e América-MG afirma que não tem pensado no seu futuro, já que seu vínculo com os japoneses termina em dezembro desse ano:

“Tenho quatro temporadas com a camisa do Frontale e quero terminar essa com o título da J-League. Ainda não conversamos sobre o futuro, mas estou tranquilo e feliz com tudo que venho fazendo no futebol japonês. Vamos sentar e conversar após o fim da temporada. Agora é foco total no título.”