Foto: AFP

Em Santiago do Chile, o Palestino até tentou, mas ficou no empate por 1 a 1 com o Independiente Medellín. Com o resultado, o time chileno avança com vitória ou igualdade a partir de dois gols. Já o DIM continua na Liberta através de empate sem gols e triunfo. O duelo da volta acontece na terça-feira, na Colômbia.

Leia Mais: Barcelona de Guayaquil derrota Defensor com gol nos acréscimos
Delfín e Caracas, em tempos distintos, terminam igualados no Equador

O duelo

O Palestino começou no campo de ataque. Com apenas dois minutos de jogo, o time chileno assustou com Passerini e Mago, que pararam em boas defesas de David González.

Perdido no sistema defensivo, a zaga colombiana saiu jogando errado na casa dos 11 minutos e Farias quase abriu o marcador. O camisa 25 invadiu a área e bateu cruzado. Novamente González apareceu e salvou.

Tímido no ataque, o Medellín só chegou na bola aérea. Perlaza cruzou na medida e Cano, entre os zagueiros chilenos, exigiu ótima defesa de González.

Se no primeiro tempo os gols não saíram, na etapa final tudo mudou. Com os dois times ligados no ataque, a partida ganhou em emoção e o Medellín ficou perto com Castro. Após jogada confusa na área, o camisa 23 foi bloqueado na pequena área por Mago.

Na casa dos 15 minutos não teve jeito. Castro disparou pela esquerda, deixou a marcação chilena para trás e achou Cano. O camisa 9, em condição irregular, dominou e bateu forte no canto para vencer o goleiro, 1 a 0.

Não deu nem tempo de comemorar. Quatro minutos depois, Farias foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro. A zaga colombiana não afastou e Fernández pegou de primeira para deixar tudo igual, 1 a 1.

Após o gol de empate, o jogo caiu de qualidade e a pancadaria começou. Todas as jogadas eram disputadas com muita força e o árbitro teve muito trabalho para controlar a partida.

Em raro momento de consciência dos jogadores, o Medellín quase retomou a vantagem no chuveirinho. Murillo aproveitou o levantamento e cabeceou. O goleiro Gonzalez estava adiantado, mas conseguiu voltar a tempo e mandar para escanteio.