COMPARTILHAR
Foto: AFP

Em Assunção, Cerro Porteño e Grêmio protagonizaram um duelo muito disputado, mas com poucas chances de gol. O resultado não poderia ser outro e a partida ficou empatada por 0 a 0. Com o resultado, o time paraguaio mantém a liderança com sete pontos, já o Tricolor está na vice-liderança com cinco. As duas equipes voltam a se enfrentar no dia 1º de maio, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.

O jogo

O duelo iniciou agitado no Nueva Olla. Com as duas equipes dispostas, sobravam divididas e correria para os dois lados.
Na ânsia de querer marcar um gol, o meio de campo do Cerro errou na saída de bola e Cícero puxou contra-ataque. O meio-campista achou Everton, que bateu cruzado, mas Anthony Silva pegou.

Como já é costume nos jogos do Tricolor, o goleiro Marcelo Grohe resolveu aparecer. Em duas oportunidades, o ataque paraguaio achou brecha na zaga gremista e nos chutes de fora da área, o camisa 1 evitou o gol.

Na casa dos 36 minutos o lance polêmico da partida. Jael lançou Everton que foi derrubado pelo zagueiro Cáceres. O juiz fingiu que não viu e preferiu não dar o pênalti contra o Grêmio.

No segundo tempo o duelo continuava em alta velocidade, mas a primeira chance foi do Grêmio e através da bola aérea. Na cobrança de escanteio, a zaga tirou errado e Geromel acertou uma linda puxeta na trave.

Apesar da presença paraguaia no ataque, a defesa gremista conseguia controlar a pressão e quase não sofria sustos na defesa.

Com o passar do tempo, Renato promovia substituições na equipe, mas o time pouco evoluía. Na chance mais clara, Everton arrancou e serviu Thonny Anderson, que havia acabado de entrar. O atacante chutou forte e Anthony Silva defendeu.

FICHA TÉCNICA

CERRO PORTEÑO 0 X 0 GRÊMIO
Local: La Olla, Assunção (PAR)
Data-Hora: 17/4/2018 – 21h30
Árbitro: Germán Delfino (ARG)
Auxiliares: Gabriel Chade (ARG) Diego Bonfa (ARG)
Público/renda: pagantes/R$
Cartões amarelos: Rodrigo Rojas (CER), (GRE)
Cartões vermelhos: –
Gols:

CERRO PORTEÑO:Anthony Silva; Raúl Caceres, Marcos Cáceres, Escobar e Arzamendia; Candia, Paiau e Rodrigo Rojas; Novick (Irrazábal, aos 28ºT), Churín e Jorge Rojas (Haedo Valdez, aos 43/2ºT). Técnico: Luís Zubeldía.
GRÊMIO:Marcelo Grohe; Madson, Geromel, Kannemann e Cortez; Jailson, Arthur (Alisson, aos 31ºT), Ramiro e Cícero (Michel, aos 23/2ºT); Everton e Jael (Thonny Anderson, aos 36/2ºT). Técnico: Renato Gaúcho.