COMPARTILHE
Reprodução: Diez.bo

*Por Mônica Alvernaz

A crise econômica que atinge diversos países acaba atingindo alguns clubes, como é o caso do Blooming. Com dificuldades de pagar os atletas, o clube boliviano deve sofrer baixa no seu principal cargo, o de presidente.

Leia mais: Pressionado, Bauza afirma: “Me alegro que Messi esteja em um bom momento”
Descubra onde estão os jogadores da final da Copa Libertadores de 2009

A principal razão para a saída de Jerjes Justiniano seria a dificuldade em lidar com a crise pela qual o clube passa. Sem conseguir reverter a situação, o presidente deve deixar o cargo do Blooming em breve.

Ao portal Diez.bo, Justiniano falou sobre a situação dele no Blooming. “Não descarto apresentar minha renúncia, estou muito desgastado pessoalmente, tenho problemas de saúde. Não existe uma proposta para sair da crise e nós tampouco a temos. Devo reconhecer que não fomos capazes de gerar novas formas para sair da crise”.

Em entrevista ao portal boliviano Diez.Bo, Justiniano se lamentou pela situação atual em que o Blooming se encontra. Durante a entrevista, o presidente do Blooming comentou a falta de capacidade da atual diretoria em lidar com as dívidas acumuladas.

“Se a atual diretoria tivesse uma saída para esta crise, não seria necessário convocar a assembléia. Eu não elegi meu diretório, mas dentro dele há pessoas que estão realmente preocupadas em conseguir dinheiro todos os dias”.

O presidente do Blooming ainda comentou na entrevista que não foi possível conseguir todo o dinheiro para quitar os salários atrasados. Com a falta de pagamento, o técnico Mauricio Soria estuda deixar o cargo no Blooming.

Embora não esteja oficializada a saída de Jerjes Justiniano do cargo, o próprio presidente diz: “O mais lógico é que eu me vá, é 99% certo que me vou na assembléia”. A assembléia que decidirá o futuro do presidente ocorrerá na próxima segunda, nas dependências do clube.

Apesar da crise, o Blooming tem boa classificação no Apertura. A equipe é a quarta colocada na tabela de classificação, com 18 pontos. Em 13 jogos, foram 5 vitórias, 5 derrotas e 3 empates.

A equipe do técnico Mauricio Soria volta a campo no dia 19 de novembro às 19h15, diante do Universitario, pela 15ª rodada do campeonato boliviano.

COMPARTILHE
A redação do site pioneiro em informações detalhadas a respeito do futebol na América Latina trabalha sempre para unir qualidade e dinamismo a um conceito moderno de jornalismo esportivo.