em-primeiro-ano-na-europa-paulinho-admite-dificuldade-de-adaptacao-Futebol-Latino-04-09
Foto: AFP

Com 21 minutos e um gol no Bayer Leverkusen (Alemanha), o jovem atacante brasileiro Paulinho acabou garantindo um lugar nos amistosos da Seleção Brasileira Sub-23 contra Colômbia e Chile em muito por sua participação no Torneio Maurice Revello, o antigo Torneio de Toulon, realizado na França.

Leia mais: Ex-Rosario Central não quer jogar no Boca Juniors
Luis Suárez revela torcida por time da América do Sul

Em entrevista ao portal Globo Esporte, o atleta revelado nas categorias de base do Vasco reconhece que não teve um processo simples de adaptação ao futebol europeu, mas entende esse fenômeno como algo natural.

Além disso, ele acrescentou que o grupo campeão em solo francês foi de grande ajuda para ele render bem mesmo estando com menos preparo do que gostaria:

“É claro que minha primeira temporada, como é a dos jovens na Europa, foi de muita adaptação. Tem que ter paciência, é difícil. Me preparei bastante para chegar à seleção, em Toulon me sentia um pouco despreparado, mas como eu tinha confiança em mim e nos meus companheiros correu tudo bem. Me senti confiante para voltar para essa temporada agora. Acho que tem de tudo para melhorar e eu ganhar mais oportunidade.”

O nome que chegou a ser especulado como possível reforço do Sporting (Portugal) pretende, assim que voltar ao seu clube, iniciar uma história mais rica em contribuição seja a nível nacional como também continental pela Champions League:

“(Especulação sobre saída) É reconhecimento do bom trabalho, isso é gratificante. Tenho meu vínculo com o clube e essa temporada vou procurar fazer o meu melhor para a gente fazer boas campanhas na Liga dos Campeões e nas competições da Alemanha.”