no-que-depender-do-pai-filho-de-gignac-sera-atacante-do-mexico-Futebol-Latino-05-09
Foto: Julio Cesar Aguilar/AFP

Figura destacada desde que chegou ao futebol mexicano, mais precisamente ao Tigres, o atacante francês André-Pierre Gignac tem sido tratado na atual janela de transferências como nome que faz parte dos planos tanto do Flamengo como do Boca Juniors.

Leia mais: Sem dificuldades, Uruguai derrota o Peru com show de Darwin Núñez
Com a vantagem, Zulia decide vaga com o Sporting Cristal na Sul-Americana

E, no que depender da declaração dada nessa semana pelo empresário do atleta europeu, Roberto Sanjuan, a equipe argentina pode se sentir bastante empolgada com suas chances de ser o “vencedor” dessa corrida.

Segundo Roberto, a chance de atuar no clube de Buenos Aires é algo que desperta diversos sentimentos positivos em Gignac. Entretanto, ele também faz o alerta para o fato de que uma possível transação não seria fácil pelo status de idolatria que o jogador de 33 anos de idade construiu no time de Monterrey desde a temporada 2015/2016.

“Lhe encantaria jogar no Boca. É um clube que o seduz desde o esportivo além do que ele vê o futebol argentino como um desafio interessante. Ele vai fazer todo o possível para que seja possível a transferências. Nos últimos anos foi a figura (do Tigres), mas que venha para o Boca é muito mais motivante para que vá a Argentina”, disse o empresário.

“Ele está muito bem no Tigres, é totalmente ídolo, nos últimos quatro campeonato saíram campeões e ele foi destaque. É uma situação complicada”, completou Roberto.