COMPARTILHE
Equador-Argentina-Sul-Americano-Sub-20-Futebol-Latino-05-02
Foto: Arte Futebol Latino

Campeões do último Sul-Americano Sub-20, a Argentina corre um sério risco de sequer estar qualificada ao próximo Mundial da categoria, ficando com a sua vaga bem ameaçada após perder para o Equador por 3 a 0 jogando no Estádio Olimpico Atahualpa em Quito.

Leia mais: Uruguai joga bem e goleia Colômbia no Sul-Americano Sub-20
Colombiano marca golaço e decide clássico na Itália; Veja o gol

A partida no seu primeiro tempo teve poucas oportunidades reais para ambos os lados já que tanto equatorianos como argentinos erravam muitos passes e complicavam a continuidade das jogadas batendo de frente com o nervosismo e com a marcação adversária.

Se aproveitando do fator altitude da cidade de Quito, os jogadores da Tri levavam vantagem perante a equipe dirigida por Claudio Úbeda nos chutes de longa distância, invariavelmente obrigando o arqueiro Facundo Cambeses a praticar defesas complicadas.

E, após conseguir uma cabeçada de muito perigo com 26 minutos de jogo através de Herlín Lino, uma penalidade cometida pelo lateral-esquerdo da Albiceleste, Lisandro Martínez, abriu o caminho para que os donos da casa conseguissem inaugurar o marcador. Na cobrança, o também lateral Pervis Estupiñán demonstrou a sua categoria característica nesse quesito e deslocou totalmente o goleiro Facundo Cambeses.

Na etapa complementar, os argentinos bem que tentaram demonstrar uma reação, mas, com 12 minutos, o que já era ruim ficou ainda pior. Após receber o cruzamento de Bryan Cabezas, o centroavante Jordy Caicedo chegou de carrinho para completar e fazer 2 a 0 para o Equador.

Logo aos 17, foi a vez de Bryan Cabezas ganhar na velocidade de seu marcador e, frente a frente com Cambeses, tocou por baixo das pernas do goleiro da Argentina para fazer o terceiro do time comandado por José Rodríguez.

Depois do terceiro tento da Tri, as coisas ficaram praticamente decididas para ambos os lados, sendo somente uma questão de tempo para que, com o apito final do boliviano Gery Vargas, o elástico placar fosse confirmado.