COMPARTILHE
Novo-presidente-FIFA-dirigents-mais-torcedores-Futebol-Latino-05-03
Foto: Alexander Hassenstein/FIFA/FIF

Para tentar evitar com que a primeira escolha a respeito da sede de uma Copa do Mundo sob a sua administração gere tanta polêmica como aconteceu nos últimos anos na FIFA, o presidente Gianni Infantino já sabe quais serão pelo menos algumas das medidas a serem tomadas.

Leia mais: Escolinha de futebol em Realengo ganha apoio de Léo Moura
Ceará decide seu futuro na Série B nas próximas cinco rodadas

De acordo com informações que foram levantadas pela agência de notícias francesa AFP, uma entrevista será publicada na próxima semana pela revista oficial da maior entidade futebolística do mundo onde o seu mandatário fala sobre esse e outros assuntos.

A agência ainda conseguiu apurar que, dentre as principais soluções encontradas por Gianni Infantino para inibir a questão de compra de votos, ele faz questão de que, em todas as etapas sobre o processo de candidatura a ser sede da Copa de 2026, a consulta de informações seja aberta ao público e esteja também sob a supervisão de uma empresa independente de auditoria.

Outros pontos que serão tocados nessa mesma entrevista são novas exigências a serem preenchidas pelos candidatos, tais como o respeito máximo a questões como sustentabilidade, direitos humanos e direitos trabalhistas.

A escolha de quem terá a oportunidade de receber a primeira Copa do Mundo já no formato de 48 seleções só será conhecida daqui a pouco menos de dois anos, em maio de 2020.