brasileiro-do-bordeaux-fala-em-carimbar-a-faixa-do-psg-Futebol-Latino-21-04
Foto: Divulgação/Bordeaux

Até o último final de semana, o clima no Bordeaux (França) era de necessidade absoluta de recuperação. Depois de um longo tempo sem derrota, a equipe começou 2019 caindo para o modesto Le Havre na Copa da França e emendando uma dura sequência de seis derrotas e três triunfos nos novo duelos anteriores.

Leia mais: Jornal Espanhol faz eleição para descobrir qual o maior time de cada continente; Brasileiros na disputa
Luis Chilavert ataca o novo técnico da Seleção Paraguaia

Com isso, a vitória por 2 a 1 sobre o Toulouse pela Ligue 1 se tornou ainda mais fundamental e comemorada pelo volante brasileiro Bordeaux, uma das peças no plantel que ganhou bastante espaço na equipe em 2018/2019.

Para ele, o resultado tem de ser visto como um impacto direto na classificação e a oportunidade de melhorar já pensando nos embates contra Guimgamp (quarta-feira, 20) e Nantes no dia 24 de fevereiro.

“Acabamos de vencer no fim de semana o Toulouse em um jogo muito difícil. Estávamos a apenas um ponto na frente deles e agora abrimos quatro. Não fazemos um ano muito bom, era para estarmos mais acima na tabela de classificação. Mas temos agora essa semana para melhorar. Tem que ser a semana perfeita. São dois jogos difíceis, mas temos condições de fazer o 100% sim”, confia o jogador de 24 anos de idade.

Falando individualmente, Otávio entende que, agora adaptado aos aspectos fora de campo e a vida na Europa, tudo tem transcorrido de maneira mais natural para que ele chegasse ao patamar de quarto jogador com mais minutos na temporada por Les Girondins:

“Isso é muito legal. É um número importante mesmo pra mim. O primeiro ano sempre é mais difícil, todos me falavam. E é mesmo. Você não está adaptado, não conhece a cidade, o que fazer, onde encontrar as coisas que você e sua família precisam, tem a questão da língua e da temperatura também. Enfim, o importante é que agora já estou 100% adaptado. Me sinto muito bem aqui na França e defendendo o Bordeaux.”