Foto: Divulgação

Em jogo que encerrou a rodada inicial da Copa Ouro, os Estados Unidos goleou a Guiana por 4 a 0. O resultado deixou o selecionado da Terra do Tio Sam na liderança da chave D, com três pontos. A Guina está na lanterna.

Leia Mais: Sem inspiração, Brasil fica no empate com a Venezuela
Melhorando no segundo tempo, Panamá estreia vencendo Trinidad e Tobago

Na próxima rodada, os norte-americanos encaram Trinidad & Tobago. Enquanto isso, a Guiana busca a recuperação diante do Panamá.

O duelo

Os Estados Unidos começaram o duelo a todo vapor. A principal arma norte-americana era Pulisic, que conseguia quebrar a marcação da Guiana e levar perigo ao time adversário. Em bela jogada individual, o camisa 10 deixou o zagueiro na saudade e parou no goleiro Clarke.

Melhor em campo, os americanos pressionavam de todas as formas e tiveram um gol anulado com Zardes. Na bola lançada, o artilheiro desviou e mandou para o fundo das redes.

O gol parecia questão de tempo e ele veio aos 28 minutos. Após bela troca de passes, Arriola invadiu a grande área e tocou na saída do goleiro, 1 a 0.

Mesmo com a vantagem, o selecionado norte-americano por muito pouco não ampliou o marcador. Boyd chamou o rival para dançar, tocou para McKennie, que ajeitou e viu Lima soltando a bomba. Bem colocado, Clarke fez ótima defesa.

No segundo tempo os Estados Unidos voltaram com o pé no acelerador e com apenas 10 minutos marcou dois gols. Aos cinco minutos, Pulisic recebeu no lado esquerdo, aproveitou o espaço da marcação e chutou cruzado, 2 a 0. Pouco depois, Arriola recebeu na intermediária e soltou a bomba. A bola pegou no zagueiro, desviou em Zardes e morreu no fundo da rede, 3 a 0.

O quarto gol quase veio na sequência. Após jogada trabalhada na direita, a bola foi levantada na grande área e Arriola, sozinho, cabeceou para fora.

Quando o jogo parecia definido, os Estados Unidos fez mais um. Em chute forte da intermediária, Boyd não deu chances para Clarke e balançou a rede, 4 a 0.

Nos acréscimos, o time anfitrião perdeu uma chance incrível. Zardes foi lançado em profundidade, driblou o goleiro, ficou sem ângulo e tocou para Boyd. O camisa 21 dominou a bola e sem goleiro chutou para fora.