COMPARTILHE
(Foto: Reprodução)

*Por Rodrigo Sturaro

Capitão do título mundial da Argentina em 1978, o ex-zagueiro Daniel Passarella resolveu falar sobre a atual situação de Lionel Messi na seleção alviceleste.

Leia mais: Treinador do Valência critica atitude de Enzo Pérez

Raio X: Barcelona diminuiu sua dependência no trio MSN

Em entrevista para o jornal chileno El Mercurio, Passarella afirmou que o camisa 10 tem uma carga de pressão demasiada por ser o referencial técnico da seleção argentina e por isso deveria abdicar de ter mais uma responsabilidade que é a de ser capitão.

“Eu tiraria a braçadeira do Messi. Seria uma forma de tirar mais um peso de cima dele. Liderar um grupo é diferente e não necessariamente tem que ser o jogador de melhor desempenho no campo ou algum jogador que seja mais talentoso”, disse o responsável por levantar o troféu em 78.

Passarella fez questão de elogiar o atual camisa do Barcelona, mas pontuou uma característica que desabona o craque para ser um capitão.

“Sou um profundo admirador do Messi, não sei se é justo dizer o que eu disse, mas é o que penso. Me baseio apenas na forma de ser do Messi, me atendo à sua personalidade. Ele é muito tímido e retraído”, concluiu.