Foto: Divulgação/Seleção Argentina

Ídolo no México com a camisa Tigres, Nahuel Guzmán foi um dos três goleiros da Argentina na última Copa do Mundo e durante um bate-papo com a Rádio Villa Trintad 97.9, o arqueiro relembrou sobre o ambiente de disputa entre os jogadores na preparação do Mundial.

Leia Mais: Diretor do Atlético Nacional fala sobre Autuori e desconversa sobre Osorio
Sporting Cristal confirma o favoritismo e elimina o Unión Española na Sul-Americana

“Os treinos pré-Copa do Mundo foram pesados. Como 40 jogadores foram selecionados, você precisava se doar ao máximo nos treinamentos para não ficar de fora. Foi a coisa mais estressante que passei como jogador de futebol”, afirmou.

Vale lembrar que, apesar de integrar a lista de pré-convocados, Guzmán não foi selecionado entre os três por Jorge Sampaoli, o que causou muita polêmica na mídia local e principalmente em seu pai, que utilizou a rede social para atacar o atual treinador do Santos.

Após alguns dias de treinamento, Sérgio Romero, um dos escolhidos pela comissão técnica, se machucou e Guzmán foi prontamente chamado, porém ficou como terceira opção.