Foto: Télam

*Por Mônica Alvernaz

A polêmica envolvendo a final da Libertadores entre River Plate e Boca Juniors parece não tem fim. Neste fim de semana, uma declaração de Alejandro ‘Chori’ Domínguez, ex-jogador do River, chamou atenção.

Leia mais: Torcedor do River sonhou com final da Libertadores em Madri
Imprensa catalã pede a titularidade de Arturo Vidal no Barcelona

De acordo com Chori, a responsabilidade pelo ataque ao ônibus que levava a delegação do Boca Juniors foi da própria torcida dos Xeneize. Isto porque, segundo o ex-jogador do grande rival, partiu dos jogadores a provação à torcida do River.

“Acredito que temos que sermos os primeiros a dar o exemplo e quando vamos ao estádio como visitante, temos que ir com as cortinas fechadas”.

A declaração de Domínguez acontece pois, na chegada ao Monumental, os jogadores do Boca Juniors cantavam e pulavam dentro do ônibus que os levava para o palco do confronto, quando, então, ocorreu o ataque dos torcedores do River.

Por fim, o ex-jogador do River Plate declarou o que faria se estivesse na situação dos jogadores envolvidos na grande final da Libertadores. “Para mim, uma situação assim só motivaria mais para tentar jogar a partida”.

Vale lembrar que a grande decisão da Libertadores 2018 acontecerá fora da Argentina, no Estádio Santiago Bernabéu, no dia 9 de dezembro às 17h30.