SHARE
Julio-César-Baldivieso-releva-tema-altitude-Futebol-Latino-21-03
Foto: Reprodução/Facebook Federación Boliviana de Futbol

*Por Mônica Alvernaz

Sem emprego desde julho, quando foi desligado da seleção boliviana de futebol, o técnico Júlio César Baldivieso tem novo emprego.

Leia mais: Major League Soccer divulga o time ideal da temporada 2016
Greve de árbitros pode suspender o clássico River Plate x Boca Juniors

Julio César Baldivieso é novo técnico do Carabobo FC, equipe que estará na Copa Libertadores 2017. Baldivieso chega para ocupar o lugar de Juan Domingo Tolisano, que conseguiu a inédita classificação para o torneio sul-americano.

O portal da Conmebol destacou declaração dada pelo técnico para contratação.”Estou agradecido e muito contente com a diretoria do Carabobo Fútbol Club pela confiança de estar aqui. Venho com muita vontade de trabalhar e dar alegrias aos torcedores do clube”.

Essa é a segunda passagem de Baldivieso pela Venezuela. No entanto, a primeira como treinador. Na primeira oportunidade, Baldivieso atuou, ainda como jogador, pelo Caracas, entre os anos de 2004 e 2005.

Agora, como técnico, Baldivieso retorna à Venezuela e será o comandante da equipe do Carabobo FC na principal competição sul-americana, a Libertadores.

O técnico chega após uma passagem pela seleção da Bolívia e garante que o empenho será o mesmo na equipe venezuelana. “Queremos que o Carabobo jogue o melhor futebol possível, tanto no ataque quanto na defesa”.

O plural é usado pelo técnico, pois Baldivieso chega ao Carabobo acompanhado de sua comissão técnica. Francisco Argüello chega como assistente e Cristóbal Rivas como preparador físico.

O presidente do Carabobo FC falou sobre a contratação de três estrangeiros (Baldivieso é boliviano, Argüello é paraguaio e Rivas chileno) para a comissão técnica, o que foi destaque no portal da Conmebol. “Fizemos o esforço de trazer um corpo técnico com experiência em âmbito internacional. Estamos felizes de podermos contar com eles”.

Antes do Carabobo, Baldivieso comandou apenas equipes da Bolívia, como o Real Potosí, Nacional, Universitario de Sucre e, mais recentemente, a seleção da Bolívia.

A equipe do Carabobo é uma das representantes da Venezuela na Copa Libertadores 2017 e conquistou a vaga ao vencer o campeonato nacional.