COMPARTILHE
experiente-lulinha-fala-complicacoes-no-inicio-carreira-Futebol-Latino-09-10
Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Hoje os torcedores do Pohang Steelers estão certamente felizes com os rumos que tomou a carreira do meia-atacante Lulinha, vestindo a camisa da equipe sul-coreana e sendo uma das grandes referências técnicas do elenco.

Leia mais: Jogo no Paraguai tem confusão e tiros nas arquibancadas
Argentina na repescagem pode “prejudicar” campeonato espanhol

No entanto, os caminhos de Luiz Marcelo Morais dos Reis, natural da cidade de Mauá, região metropolitana de São Paulo, poderia ter sido bem diferente. E isso passa essencialmente pelo seu início de carreira quando da transição da base para o profissional do Corinthians.

Por diversos motivos, alguns até falados pelo jogador de 27 anos de idade na entrevista a seguir, as expectativas em seu futebol não foram atendidas, fato que o próprio atleta reconhece. Porém, isso também não o abalou, pelo contrário: Ele alega ter tirado lições importantes desse momento “turbulento” na sua vida.

Confira abaixo a entrevista com o meia-atacante Lulinha:

1- Começar a carreira no clube de coração, para você, também dificultou para que você pudesse atender a expectativa quando subiu para os profissionais?

2- O momento em que você apareceu dentro do Timão era turbulento politicamente falando. Em um cenário atual, você acha que as coisas também seriam mais fáceis para você?

3- Tirou alguma lição daquele período que você carregou e carrega até hoje na sua carreira?

4- Como profissional, dois dos clubes que você mais atuou foram os nordestinos Bahia e Ceará. Tem um carinho especial por eles? Qual deles você acha que se identifica mais?

5- Você chegou também a jogar no Olhanense e no Estoril em Portugal. Teve algum período da sua vida onde a Europa era o único destino que você se via no futebol?

6- Com 27 anos e estabilizado no Pohang Steelers, o que você acha que ainda falta realizar para se sentir como alguém que cumprir tudo o que queria no futebol?