Foto: AFP

Tanto em números como também na questão de desempenho técnico, a temporada de 2018/2019 do Monaco (França) tem sido absolutamente desastrosa. E, como não poderia deixar de ser, o mesmo vem acontecendo na questão individual de seus atletas mais destacados como é o caso do centroavante colombiano Falcão García.

Leia mais: Faixa exposta em avião na Inglaterra chama Bielsa de “Deus”
Marca de cerveja assina patrocínio vitalício com clube argentino

Por isso, em seguidas oportunidades tem se especulado a possibilidade do avante sul-americano procurar novos rumos no Velho Continente. Com direito, até mesmo, a já terem sido levantadas possíveis propostas dos italianos Milan e Fiorentina para contarem com Falcão em 2019/2020.

Nas palavras de El Tigre, ele preferiu não “fechar portas” para nenhuma alternativa. Seja sair para a Velha Bota, para outro mercado ou mesmo continuar defendendo as cores da equipe do Principado.

Apesar disso, Falcão deixou claro que, em caso de permanência, espera que o Monaco aumente seu poderio de plantel para voltar a brigar pelas posições mais altas da tabela, realidade distante da 16ª posição atual na Ligue 1:

“Tenho um ano de contrato, estou concentrado no final da temporada. Conto com a ambição de jogar em alto nível, aqui ou em outro país europeu. Se seguir no ano que vem, espero que possamos ter força laboral competitiva para conseguir coisas grandes.”