COMPARTILHAR
falha-de-goleiro-abre-caminho-e-gremio-vence-classico-contra-o-juventude-Futebol-Latino-04-03
Foto: Itamar Aguiar/Agência Freelance

Em uma partida que se mostrava muito truncada, um erro grotesco na saída de bola do goleiro Matheus Cavicholi, do Juventude, acabou sendo o pontapé inicial para a vitória do Grêmio por 2 a 0 pelo Gauchão.

Leia mais: Trazendo Inter “as raízes”, Odair Hellmann completa três meses no cargo
Chilena Rocio Yáñez agradece a Guardiola por ensinamentos

Pelo menos nos 20 minutos iniciais, se na questão da vontade era visível que não faltava para nenhum dos lados, o aspecto técnico certamente foi prejudicado. Nem Juventude nem Grêmio conseguiram se impor tecnicamente, errando praticamente tudo que tentavam em seus campos de ataque.

Como resultado, Matheus Cavicholi e Marcelo Grohe só trabalharam em cobranças de tiro de meta e cruzamentos sem muito perigo a grande área.

Os primeiros momentos de maior criatividade surgiram quase que imediatamente aos 26 e 27 minutos para visitantes e anfitriões. Enquanto bela trama de passes resultou em cruzamento de Madson cortado providencialmente pela zaga de Caxias do Sul, Caprini chegou a passar por três marcadores antes de botar a bola na área defendida por Grohe.

De melhor para o Grêmio, com 40 minutos de jogo o Tricolor Gaúcho teve a grande chance. Everton pegou a sobra no domínio errado de Jael e, frente a frente com o arqueiro do Ju, bateu muito embaixo da bola e jogou sobre o travessão.

Entretanto, antes do segundo minuto de jogo após o intervalo, um erro grave de Matheus Cavichioli acabou dando a Jael um presente irrecusável. Ao tentar driblar o atacante gremista, o goleiro do clube Alviverde perdeu a bola e deixou nos pés do camisa 9 que, sem goleiro, tocou para as redes e foi comemorar com a torcida do Grêmio.

Depois do tento, a situação que já era complicada para os donos da casa sem conseguirem efetivamente chances de gol ficou ainda mais latente com o recuo das linhas ofensivas do time de Porto Alegre. Ou seja, a responsabilidade de agir e tomar as rédeas do jogo era total do Juventude.

Com isso, o panorama foi ficando bem favorável a equipe visitante que, em um contra-ataque bem movimentado, aumentou a contagem no Alfredo Jaconi. Em passe de profundidade feito para Ramiro, o meio-campista cruzou em diagonal para trás, encontrando a infiltração de Madson que bateu de chapa, no canto esquerdo de Cavicholi.

Depois disso, foi apenas uma questão de tempo para o já bastante desanimado Juventude e o empolgado Grêmio aguardassem o apito final de Anderson Daronco configurarem a vitória gremista.

Alívio para um, desespero para o outro

Na partida que ocorreu simultaneamente no estádio Aldo Dapuzzo entre São Paulo-RS e Veranópolis, o empate sem gols certamente agradou muito mais a equipe visitante que, com o ponto conquistado, se manteve na zona de classificação a próxima fase.

No entanto, para a equipe de Rio Grande, o placar acabou colocando o clube em situação extremamente delicada pensando em rebaixamento, estando na última posição com três pontos de desvantagem para sair do Z2 do Gauchão.

A grande chance de reverter essa situação ocorreu nos minutos finais do confronto, mais precisamente aos 49 minutos do segundo tempo. No entanto, Anderson Pico não converteu uma penalidade máxima e o marcador não se movimentou.

FICHA TÉCNICA

JUVENTUDE X GRÊMIO
Local: Estádio Alfredo Jaconi, Caxias do Sul (RS)
Data-Hora: 04/3/2018 – 17h
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Auxiliares: Alduino Mocelin e Maurício Coelho Silva Penna (ambos do RS)
Cartões amarelos: Jael (GRÊ)
Cartões vermelhos: –
Gols: Jael (1’/2°T), Madson (25’/2°T)

JUVENTUDE: Matheus Cavicholi; Vidal, Micael, Fred e Mateus Santana; Amaral, Sananduva, Bruninho (Denner, aos 5′ do 2°T) e Fellipe Mateus; Caprini (Jô, aos 35′ do 1°T) e Guilherme Queiroz. Técnico: Julinho Camargo.

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Madson, Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Maicon (Michel, aos 36′ do 2°T), Jaílson, Ramiro, Cícero e Everton (Alisson, aos 28′ do 2°T); Jael (Hernane Brocador, aos 23′ do 2°T). Técnico: Renato Gaúcho.