COMPARTILHAR
Foto: Alexandre Battibugli/Dedoc

Preocupado com o futuro da seleção colombiana após a saída de José Pékerman, o ex-jogador Faustino Asprilla, que jogou por muitos anos pelo selecionado cafetero e com passagens por Palmeiras e Fluminense, se colocou à disposição para treinar a Colômbia.

Leia Mais: Zagueiro do Equador paga aposta após derrota no Clasico del Astillero
Atlético Nacional se aproxima de acerto com novo técnico

Durante entrevista à Caracol TV, o ídolo colombiano se vê capaz de comandar o país pelos próximos quatro anos e colocar a Colômbia na Copa 2022.

“Se eu fui capaz de jogar com esta camisa, também sou capaz de dirigir. É só me chamar que aceito o convite. Durante anos defendi o meu país e aprendi muito como lidar com as coisas internas”, declarou.

Apesar de toda a vontade, Asprilla dificilmente será o escolhido pela Federação Colombiana. O principal motivo é a falta de experiência. Desde a sua aposentadoria, o ex-atacante trabalhou nas televisões da Colômbia de comentarista e neste momento, a ideia é trazer alguém experiente.