federacao-dos-estados-unidos-nao-desiste-da-copa-america-em-2020-Futebol-Latino-14-03
Foto: Divulgação

A ideia da Federação de Futebol dos Estados Unidos (USSF) em organizar a Copa América de 2020 já foi recusada em caráter formal pela Conmebol. Tanto é que a ideia de momento da entidade sul-americana é de dividir a organização desse evento entre Argentina e Colômbia.

Leia mais: Presidente do Peñarol exige vitória contra o San José
Esposa de jogador do River Plate dispara contra técnico da Colômbia na rede social

Em entrevista captada pelo portal esportivo Globo Esporte com o presidente da USSF, Carlos Cordeiro, o mandatário da organização que comanda o futebol nos Estados Unidos tem em mente que a Conmebol poderia dar “uma oportunidade para conversar” com os norte-americanos para entender melhor a proposta antes de dar o veredito.

Mesmo assim, o dirigente não deixou de demonstrar que a entidade continua interessada em estabelecer acordos junto a confederação sul-americana de maior extensão:

“Nosso convite para jogar nos Estados Unidos ainda está valendo. Tudo o que pedimos é uma oportunidade de ter uma discussão para que possamos levar nossas ideias para a próxima etapa. Como parte dessas discussões, estamos abertos para jogar na América do Sul em 2020 ou 2024, desde que a Conmebol e a Concacaf tenham um acordo de longo prazo em vigor no futuro.”

Se houver qualquer tipo de “rusga” no relacionamento entre as partes, quem pode acabar sofrendo as consequências é o comitê organizador da Copa do Mundo de 2030 formado por Argentina, Paraguai e Uruguai com o recente apoio também do Chile. Isso porque, dos mais de 200 votos necessários para a aprovação dessa candidatura em conjunto para ser sacramentada como sede do Mundial, somente a Concacaf conta com 41 votos.