Bolivia-Peru-1-Copa-America-Futebol-Latino-18-06
Foto: André Durão

Antes mesmo de receber um comunicado em caráter oficial vindo do Internacional em relação a possível dispensa de amistoso do atacante Paolo Guerrero, o gerente de seleções da Federação Peruana de Futebol (FPF) foi abordado e respondeu de maneira não muito animadora pensando no ponto de vista da equipe brasileira.

Leia mais: Filhos de ex-jogador de futsal da Seleção entram na base do Cerro Porteño
Novo companheiro de Ibrahimovic é apresentado como “Maestro”; Assista

Em entrevista dada a rádio RPP, Antonio García Pye disse que essa situação é tratada com cautela pela entidade para não indicar qualquer tipo de privilégio a alguma equipe:

“Não houve nenhum contato, mas vejo como um tema complicado porque haveríamos que ampliar essa possibilidade a todos os clubes e complicaria o trabalho. Há três clubes que já solicitaram (anteriormente) dispensas que não pudemos dar. Inclusive o (Werder) Bremen em um determinado momento. Fazer distinções é complicado e, por isso, há uma política para evitar problemas e dar opção a Seleção de tirá-lo do jogo na Data FIFA.”

Como o Inter fará o segundo jogo da Copa do Brasil diante do Cruzeiro somente no dia 4 de setembro, no atual cenário Guerrero não poderia participar por estar junto a Blanquirroja se preparando para amistosos nos dias 5 e 10 de setembro para enfrentar Equador e Brasil, respectivamente.