SHARE
Foto: GBV/MA/Arturo Vidal

A frustração em não conseguir uma vaga na Copa do Mundo de 2018 foi tamanha que parece ter sido suficiente para motivar o volante Arturo Vidal a tomar uma decisão drástica: Decretar sua aposentadoria da seleção do Chile.

Leia mais: Brasileirão está de volta com seis jogos esta noite
Após derrota, zagueiro boliviano se aproxima de aposentadoria da seleção

Antes mesmo da Roja ter a confirmação de que não participaria do Mundial da Rússia, o atleta atualmente no Bayern de Munique já havia dito em entrevista que, logo depois da atuação dos chilenos em uma suposta ida a Copa, ele tomaria esse tipo de decisão.

Com a decepção de não conseguir fazer o Chile buscar no Leste Europeu um título o qual a seleção sul-americana não tem, Vidal utilizou as redes sociais para postar uma mensagem em tom de clara despedida:

“Muito obrigado, pessoal, por tudo!! Por todos esses anos juntos, por deixar a vida em cada partida, por me ensinarem e ensinarem a um país que, com esforço e trabalho, tudo é possível na vida!!! Com a alma destroçada, mas orgulhoso desses jogadores e do corpo técnico!!!”

Com 30 anos de idade, Arturo conquistou envergando a camiseta da Roja duas Copas América, títulos inéditos para o selecionado chileno, durante suas 99 partidas e 23 gols.