fotografo-japones-publica-fotos-ineditas-dos-titulos-mundiais-de-clubes-brasileiros-Futebol-Latino-12-12
Foto: Divulgação

*Por Agência Conversion

Zico atuando com a camisa 10 do Flamengo na final do Mundial de Clubes, contra o Liverpool, no Japão, em 1981 (vitória por 3 a 0). Hugo de Léon, capitão do Grêmio na decisão contra o Hamburgo, no mesmo Estádio Nacional, em Tóquio. Messi e Neymar no duelo entre Santos e Barcelona, em 2011, ou, ainda uma bela foto de Raí, capitão do São Paulo, dividindo uma bola contra um zagueiro do Barcelona, em 1992. Todos esses momentos históricos do futebol brasileiro ganham, desde abril, novos registros.

Leia mais: Finalista da Sul-Americana, goleiro do Barranquilla pode jogar em gigante do continente
Presidente do Atlético Nacional fala sobre possível saída de Paulo Autuori

Depois de anos fotografando partidas de futebol pelo mundo e no Japão, Masahide Tomikoshi, de 71 anos, começou a desovar seu arquivo no seu perfil no Instagram. Além de imagens de todos os Mundiais de Clubes do Japão desde 1981, ele ainda possui um imenso repertório de imagens das Copas do Mundo de 1974 em diante.

“Desde 1971 eu vou à Europa e à América do Sul cobrir futebol. Conheci muitos torcedores amáveis nessas viagens e queria que eles ficassem felizes com as fotos”, disse ao portal Vice.

Para os brasileiros, algumas fotos são especiais, como a da derrota do New York Cosmos por 4 a 1 para o Los Angeles Aztecs, em julho de 1977, no estádio Coliseum, em Los Angeles, nos EUA. O jogo não teria chamado a atenção do mundo do futebol se não fosse por um personagem em particular: Um já veterano Pelé, com um cordão de ouro, pelejando pela bola contra o lendário inglês George Best.

Ou então o mesmo Pelé ao lado do zagueiro alemão Franz Beckenbauer no jogo contra o Tampa Bay Rowdies (outra derrota, por 4 a 2) em Tampa, nos EUA. Em uma das fotos, o eterno camisa 10 da Seleção Brasileira aparece dando um belo voleio na bola ainda no ar.

Para os mais jovens, há fotos bonitas de Ronaldo deixando o zagueiro escocês Colin Hendry para trás no jogo inaugural da Copa de 1998, na França, assim como um jovem Cafu se esquivando de uma voadora de outro jogador da seleção escocesa. Na Copa anterior, nos EUA, em 1994, Masahide clicou um retrato de Ronaldo ainda com aparelho nos dentes e uma imagem perfeita do momento em que Dunga, capitão brasileiro, acerta a bola para um lançamento.

Os argentinos também têm o que ver no Instagram de Masahide: Fotos inéditas de Diego Armando Maradona contra a seleção japonesa, em Tóquio, em janeiro de 1982, com a camisa do Boca Juniors. Outra mostra “El Dios” fazendo embaixadinhas com uma bola menor diante de uma plateia boquiaberta em uma escola da capital do país. Há ainda um registro único do camisa 10 da seleção argentina no jogo contra a Bélgica, na Copa do Mundo de 1982, na Espanha.

A foto mais comentada pelos hermanos, no entanto, foi a que ele postou em setembro: Maradona, levantado pelos companheiros, com a taça do Mundial de 1986, contra a Alemanha, em suas mãos. Há ainda o camisa 10 no título do Mundial juvenil, em 1979, contra a URSS, em Tóquio.

Masahide, aliás, parece torcer para o Boca: Recentemente, ele postou fotos de Juan Riquelme na final entre Boca Juniors e Bayern de Munique, em 2001, e de Palermo na decisão entre Boca e Milan, em Tóquio, em 2007.

Para os torcedores de clubes brasileiros, o fotógrafo já postou também dois dos três títulos do São Paulo (vitórias contra o Barcelona, em 1992, e Liverpool, em 2005) e os vices de Palmeiras, em 1999, para o Manchester United, e do Santos, em 2011, para o Barcelona de Messi.

Faltam ainda os títulos de Corinthians, contra o Chelsea, em 2012; do Internacional, em 2006, sobre o Barcelona; e os vices de Vasco (1998), Cruzeiro (1997) e Grêmio (1995).

Masahide contou à Vice que, no Brasil, torce para o São Paulo. Na Argentina, como deixa bem claro com o volume de fotos, gosta do Boca Juniors. Além disso, também é fã do Real Madrid, do Manchester United e do Urawa Reds, do Japão.

O arquivo ainda guarda relíquias de vários craques históricos do esporte, como o holandês Johan Cruyff com a camisa laranja do seu país, Beckenbauer pelo Bayern de Munique, Carlos Valderrama jogando pela seleção colombiana, em 1990, um jovem David Beckham vestindo o vermelho do Manchester United, o inglês Bobby Moore pelo West Ham e o francês Michel Platini atuando pela Juventus.

Para ver mais fotos, clique aqui para acessar o perfil de Masahide no Instagram.