COMPARTILHAR
Reprodução: Instagram Gabriel Caballero

*Por Mônica Alvernaz

Um dia após o vazamento de fotos íntimas envolvendo Antonio González, presidente do Rubio Ñu, e Gabriel Caballero, jogador do clube paraguaio. Na última sexta (9), o lateral se pronunciou e deu sua versão sobre o caso.

Leia mais: Clubes protestam contra a possibilidade do fim do acesso e descenso no Futebol Mexicano
Rogério Ceni fecha treino e faz mistério sobre escalação do Fortaleza

Após as fotos se tornarem públicas, o presidente do Rubio Ñu chegou a declarar que existia um relacionamento entre ele e Caballero. No entanto, a versão do jogador difere daquela dada por Antonio González.

Em entrevista, Gabriel Caballero deixou claro que sofria chantagem do presidente do Rubio Ñu para manter relações sexuais com ele. “Ele sempre me coagiu, primeiro pela foto e depois disse que nunca me liberaria. Ele era contra eu deixar o clube”.

Apesar da repercussão do caso, Caballero garante que essa não é a primeira vez que Antonio González se envolve com um jogador do Rubio Ñu. “Outros tiveram relações com o presidente, era algo normal”.

O lateral do Rubio Ñu diz que era obrigado a manter relações com o presidente, em troca de sua atuação na equipe. Caballero afirma que é comprometido há 5 anos com seu empresário, Valentín Ozuna. “Faz tempo que conheci Valentín, ele esteve comigo em bons e maus momentos. Sempre me apoiou”.

O jogador de 25 anos começou a carreira aos 13, em San Juan Bautista, sua terra natal. Cinco anos mais tarde, se transferiu para Luque, cidade do clube Rubio Ñu, onde começou a atuar profissionalmente.

COMPARTILHAR
A redação do site pioneiro em informações detalhadas a respeito do futebol na América Latina trabalha sempre para unir qualidade e dinamismo a um conceito moderno de jornalismo esportivo.