SHARE
german-pacheco-comenta-sobre-interesse-fora-do-futebol-peruano-Futebol-Latino-12-12
Foto: Carlos Lora

O atacante argentino Germán Pacheco, de 27 anos de idade, tem grande carinho pelo Alianza Lima e não esconde que foi feliz com a equipe na temporada que acabou com mais um título peruano para os Íntimos.

Leia mais: Nelsinho Baptista está de volta ao comando técnico do Sport
Situação financeira do Internacional tem problemas consideráveis

Porém, quando questionado em entrevista recente dada ao portal oGol, ele não escondeu que nos últimos tempos tem sido bastante assediado principalmente por equipes brasileiras e que, no momento, encara com bons olhos jogar no futebol do Brasil:

“Estão avançadas (as negociações). Falei com meu pai e ele está cuidando disso. Há interesse, tenho muita vontade de jogar no Brasil, provar algo novo na carreira. Aí tem um futebol muito lindo e tomara que possa se tornar realidade.”

Apesar da nacionalidade, Germán fez poucas aparições na base do Vélez Sarsfield antes de deu seus primeiros passos no futebol na Espanha, mais precisamente no Atlético de Madrid. Local onde ele guarda as melhores lembranças mesmo não tendo ampla continuidade no time profissional:

“Saí (da Argentina) com 15 anos e fui ao Atlético de Madrid. Fiquei ali quatro anos. No começo, um representante me levou lá e fui com minha família: meu pai, minha mãe e irmã. Chegar lá e ver tudo o que significa o Atlético de Madrid foi um sonho. Fiquei quatro anos e foram muito lindos os momentos que vivi lá. Esperava ter mais partidas, mais minutos, mas haviam grandes jogadores. Era difícil. Estavam lá Agüero, Forlán, Simão, Reyes… Não havia lugar.”