COMPARTILHE
goleiro-brasileiro-brilha-penaltis-garante-titulo-inedito-queretaro-futebol-latino-03-11
Foto: Reprodução/Twitter Querétaro

*Por José Dias Sorriso

Para um estádio La Corregidora completamente lotado, Querétaro e Chivas fizeram a grande final da Copa MX na madrugada desta quinta-feira (3).

Leia mais: San Lorenzo e Chapecoense ficam no empate pela Copa Sul-Americana
Torcedor do Peñarol é baleado e polícia suspeita de vingança

Após o primeiro tempo ter passado em branco, mas, com fortes emoções, as duas equipes voltaram para a etapa final dispostas a definir o marcador e colocar a mão na taça. Como era de se esperar, um jogo quente dentro de campo.

O Querétaro sendo empurrado pelos seus torcedores, porém, o Chivas não se intimidava, mesmo com a forte pressão. Os Gallos Blancos tiveram motivos para se preocuparem quando Andrés Rentería acabou sendo expulso, aos 35 minutos de jogo do segundo tempo, após o árbitro interpretar que ele havia dado uma cabeçada no jogador adversário.

O Chivas cresceu na partida e criando grandes oportunidades esbarrava nas mãos do goleiro brasileiro Tiago Volpi – principal personagem do Querétaro na partida.

A estrela do goleiro brilhou no tempo regulamentar, que terminou empatado pelo placar de 0 a 0, além de ter sido o herói nas cobranças de pênaltis. O Querétaro chegou a sua primeira final de Copa México e o objetivo era cravar o nome na história do futebol nacional, sendo coroado com a taça de campeão pela primeira vez, em 66 anos de história.

O ex-goleiro do Figueirense operou o milagre em favor do time que contava com o forte apoio dos fanáticos torcedores. Os Gallos Blancos venceram por 3 a 2, nas penalidades. Tiago Volpi defendeu duas cobranças, garantindo assim o título inédito ao clube.

COMPARTILHE
A redação do site pioneiro em informações detalhadas a respeito do futebol na América Latina trabalha sempre para unir qualidade e dinamismo a um conceito moderno de jornalismo esportivo.