ochoa-partida-excepcional-empate-granada-espanhol-Futebol-Latino-10-12
Foto: Jorge Guerrero/AFP

Oito anos se passaram e quis o destino que o arqueiro mexicano Guillermo Ochoa retornasse não apenas ao seu país, mas também a equipe que o revelou para o mundo do futebol e que defendeu entre 2003/2004 até 2010/2011, o América.

Leia mais: Pan-2019: Colômbia despacha a Costa Rica e encara a Argentina na final do futebol feminino
Atlético Nacional massacra Atlético Hulia no encerramento da 4ª rodada do Colombiano

Após negociações que tomaram o noticiário local nas últimas semanas, com especulações que falavam no salário mais bem pago do clube e, posteriormente, até mesmo de toda a Liga MX, as Águilas anunciaram a contratação oficialmente pelas redes sociais na última terça-feira (6).

A chegada do atleta que passou os últimos oito anos em território europeu, aliás, foi potencializada até mesmo pelo anterior dono da posição de goleiro no América, pertencente ao argentino Agustín Marchesín que foi contratado pelo Porto (Portugal) com a responsabilidade de suprir a aposentadoria do espanhol Iker Casillas por problemas cardíacos.

O contrato assinado de Ochoa com a equipe da Cidade do México será válido por três anos, trazendo o atleta para olhares mais próximos do técnico da seleção, Tata Martino. Algo extremamente importante para a figura de um atleta que é uma das principais peças de La Tri e atuante diretamente no título da Copa Ouro em 2019.