Foto: Jefferson Botega

Na semifinal da Copa América, o Peru vencia o Chile por 3 a 0 quando a Roja teve um pênalti nos acréscimos. Na cobrança, Eduardo Vargas, artilheiro da equipe, tentou uma cavadinha e se deu mal. Pedro Gallese não se jogou e segurou a bola com facilidade.

Leia Mais: Meia brasileiro volta das férias falando sobre encontro com Benzema
“Clube de Beckham” terá estádio provisório para estrear na MLS

Após algumas semanas, o goleiro peruano concedeu entrevista coletiva no Alianza Lima, clube o qual atua e relembrou o lance.

“Eu tive a clara impressão que o Vargas tentou tirar um sarro da minha cara. Não é a sua maneira de bater pênalti. Senti um menosprezo da sua parte”, disparou.

Questionado sobre o seu desempenho na competição, o arqueiro peruano vê o saldo positivo, muito por conta das penalidades defendidas.

“Na minha posição é normal ter jogos bons e ruins. Fiz boas defesas contra Bolívia e Venezuela. No mata-mata defendi dois pênaltis. Acho que cumpri o meu papel”, concluiu.