Foto: Arquivo Placar

*Por Mônica Alvernaz

A carreira de Carlos Alberto Gamarra Pavón já encerrou há mais de 10 anos, mas o ex-zagueiro ainda povoa o pensamento de muitos torcedores que o viram jogar em seus clubes do coração.

Leia mais: Sportivo Las Parejas surpreende e sai na frente em semifinal da Copa Santa Fe
Vice-campeão da Champions, Vincent Janssen vai jogar no México

No Brasil, Gamarra passou por quatro importantes times do cenário nacional: Internacional, Corinthians, Flamengo e Palmeiras.

Embora em quase todos tenha conseguido conquistar títulos, um deles marcou o ex-zagueiro paraguaio de forma especial. Gamarra não esconde a relação diferenciada que teve com o Corinthians.

Em entrevista para o programa Bate-Bola da ESPN em 2016, Gamarra foi direto ao falar sobre o Timão: “O Corinthians está no meu coração”.

A boa relação entre Gamarra e a torcida corintiana foi construída no 1 ano e meio do zagueiro no clube. As boas atuações, com o posicionamento preciso em campo, cobertura das bolas e poucas faltas, garantiram ao ex-zagueiro um lugar de ídolo na extensa trajetória corintiana.

As boas atuações do zagueiro, o garantiram o prêmio Bola de Prata no Brasileirão de 99, ano no qual o Corinthians garantiu o título do torneio. Além do campeonato nacional, Gamarra também esteve na conquista do Paulista do ano anterior.

Nem mesmo a passagem nos últimos anos de carreira pelo arquirrival Palmeiras, apagou a idolatria do torcedor corintiano por Gamarra.

No total, o ex-zagueiro ficou 1 ano e meio no clube paulista, atuou em 80 partidas e marcou sete gols, além das conquistas dos dois torneios que faturou neste período.

O período relativamente curto foi vivido intensamente pelas duas partes, que garantiram a Gamarra um lugar especial na trajetória da grande e apaixonada torcida corintiana.