SHARE
Foto: Ricardo Duarte/Divulgação Internacional

Após vencer o Criciúma fora de casa, o técnico Guto Ferreira esperava uma entrevista coletiva tranquila no Heriberto Hulse, mas não foi o que aconteceu. O comandante foi questionado sobre a queda de rendimento no segundo tempo e ficou incomodado com o jornalista.

Leia Mais: Herói da vitória, Carlos exalta a força do elenco Colorado
Inter abre vantagem, leva empate, mas consegue vencer o Criciúma

“Não sei porque não se enfatiza a liderança e vitória e se pega uma situação difícil da equipe. O momento foi do Inter. Ocorreu que o Criciúma não teve a competência de vencer, mas o Inter teve. Você precisa enfatizar a competência do Inter”, rebateu o comandante.

Sobre o time, o treinador vibrou com mais uma vitória e apesar de estar perto de carimbar sua volta à elite do futebol brasileiro, Guto preferiu manter os pés no chão.

“A equipe tinha corrido bastante no campo pesado de Varginha. Os jogadores começavam a demonstrar certo desgaste. Fomos felizes com a substituição. Crescemos e marcamos. Tivemos uma grande vitória. Nos últimos 14 jogos, são 11 vitórias. Uma média bastante grande, mas temos que seguir porque não há nada garantido. (Estamos) Cada vez mais perto, mas nada garantido”, destacou Guto.

Na próxima rodada, o Colorado faz duelo direto contra o Ceará, no Beira-Rio.