SHARE
FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Como já é costume na América do Sul, o hotel onde o Grêmio está hospedado na Argentina para o duelo contra o Independiente sofreu com inúmeros fogos ao longo da madrugada.

Leia Mais: Recopa Sul-Americana: Independiente tenta abrir vantagem diante do Grêmio
Relembre a decisão entre Grêmio e Independiente na Recopa Sul-Americana

De acordo com o site Globo Esporte, assim que o foguetório iniciou, uma viatura da polícia foi chamada pelo hotel, mas ninguém foi preso.

O presidente Romildo Bolzan afirmou que ouviu o barulho durante a noite e garante que isso não irá atrapalhar em nada o Tricolor. O dirigente aproveitou a oportunidade e pediu para que a torcida do Grêmio não faça o mesmo em Porto Alegre.

Ainda existe a possibilidade de a torcida do Banfield ter soltado os fogos por conta do jogo contra o Nacional, já que o time uruguaio está hospedado no mesmo hotel que o Grêmio, para o confronto da Libertadores nesta quarta-feira.

“Eu acordei no que seria a segunda bateria. Não sabemos se foi para o Grêmio, se foi para outro clube por outro jogo. Mas alguém vai pagar esse pato, acordou os juízes da partida, os representantes da Conmebol que estão em um hotel mais próximo do foguetório. Não sei se foi do Independiente. Não nos atrapalhou. Fica o alerta para a nossa torcida, não reproduzam isto em Porto Alegre. O Grêmio foi multado pelos sinalizadores em uma situação prévia. Não soltem foguetes para criar incômodo, só prejudica o Grêmio financeiramente e na sua imagem. O fair play é uma regra importantíssima”, afirmou.

Independiente e Grêmio abrem a Recopa Sul-Americana nesta quarta-feira a partir das 22h (horário de Brasília) e você acompanha tudo sobre o duelo no Futebol Latino.