Foto: Facebook FIFA

O trabalho de Carlos Queiroz está processo inicial na Colômbia, mas isso não é motivo para o treinador não sofrer com as críticas, principalmente de Carlos Valderrama, um dos ícones do futebol cafetero.

Leia Mais: Cantor de banda de rock pode ser o novo atacante de Maradona na Argentina
Atacante brasileiro vê ida para a Europa como grande chance da carreira

Após o empate sem gols contra a Venezuela na noite de terça-feira, ‘El Pibe’ não gostou da postura do time e alfinetou o esquema de jogo que, em sua visão, impede a seleção de criar boas chances.

“Acredito que, não apenas na Colômbia, mas em diversos clubes e seleções falta um camisa 10. Ele é o encarregado pela magia. O armador não vai desaparecer nunca. Agora, a tática dos treinadores é atacar com 11 e defender com 11”, declarou o ex-jogador.

“Contra o Chile (Copa América) não tivemos um pingo de magia. Por outro lado, eles contaram com Vidal e Sánchez. Vamos esperar até quando para ver um esquema propício a James Rodrígues e Quintero juntos. Quando eles voltarem das lesões podem ser decisivos na Colômbia, mas o esquema precisa mudar”, disparou à mídia colombiana.

Eliminado nas quartas de final da Copa América, a Colômbia empatou contra Brasil (2 x 2 ) e Venezuela (0 x 0) nos dois amistosos de setembro.