Foto: Aton

Principal referência do Colo-Colo, o atacante Esteban Paredes está próximo de quebrar o recorde de maior goleador do futebol chileno. Atualmente, ele tem 210 gols, contra 215 de Francisco “Chamaco” Valdés. Mesmo com a proximidade entre os “artilheiros”, o ídolo do Cacique prefere deixar de lado a conquista pessoal e demonstrou uma vontade gigantesca de ser campeão continental em 2019 com a camisa do time chileno.

Leia Mais: Instituições chegam a acordo e Apertura na Bolívia tem estreia mantida
Acerto de Carlos Queiroz e Colômbia ganha um novo capítulo

“Se tiver que escolher entre superar os gols de Chamaco ou um novo título para o Colo-Colo, escolho a conquista da taça e espero, do fundo do coração, que seja a Copa Sul-Americana”, afirmou ao canal CDF.

Vale lembrar que o Colo-Colo tem apenas um título internacional na história. Em 1991, o Cacique derrotou o Olimpia na final da Libertadores. Na Sul-Americana, em 2007, o gigante chileno chegou a decisão, mas foi derrotado pelo Pachuca (México).

Por fim, o ídolo falou sobre Jorge Valdivia e Jaime Valdés, dois jogadores veteranos, que podem encerrar a carreira em breve.

“São grandes jogadores e pessoas. Não falamos nada sobre aposentadoria. É apenas especulação. Eu estou com quase 40 anos e aguento jogar sem maiores problemas. O Mago é um cara que se cuida, tem uma grande forma física e pode jogar por muitos anos. Jaime a mesma coisa. O atleta só deve pensar em aposentadoria quando não tem mais condição de entrar em campo e render, o que não é o caso deles”, concluiu.