COMPARTILHE
idolo-do-internacional-ressalta-importancia-na-transicao-de-estadios-do-clube-Futebol-Latino-02-10
Foto: Fred Colorado

Sendo um dos clubes mais vencedores do futebol brasileiro, o Internacional tem evidentemente em sua história elementos de muita riqueza como, por exemplo, o fato de já ter tido antes mesmo do Beira-Rio um estádio para chamar de seu, o Estádio dos Eucaliptos.

Leia mais: Confira o prognóstico do confronto entre Ponte Preta e Flamengo
Técnico na Bolívia demonstrou profunda ira com gol do adversário

Porém, em entrevista que concedeu a TV Inter, canal oficial do clube gaúcho, o ex-jogador Valdomiro a transição de estrutura do Colorado dos Eucaliptos para o Beira-Rio foi fundamental para elevar o patamar do clube principalmente no aspecto dos títulos:

“Nós ficamos tristes quando saímos dos Eucaliptos, mas ganhamos uma casa nova como o Beira-Rio e que eu sempre falei que o Internacional começou a ser grande em 1969. Ali o Inter começou a ganhar os títulos que a torcida do Inter esperava.”

Além desse tema, o atleta que esteve presente no último título do Brasileirão conquistado pelo Internacional em 1979 de maneira invicta também falou sobre o carinho que tem por outro ex-atleta e grande marco na história Colorada: O ponta-direita Tesourinha, falecido em 1979.

“O Tesourinha é uma pessoa que eu recordo muito os conselhos que ele me dava porque foi ele que foi lá (em Criciúma quando da vinda de Valdomiro para o Inter proveniente do Comerciário, nome usado na época pelo clube da cidade). De vez em quando ele vinha ver os treinos no Beira-Rio, conversava comigo. É uma pessoa querida por nós todos na época, Paulo César Carpegiani, Falcão, Figeroa… todo mundo gostava dele aqui.”

Confira abaixo a entrevista na íntegra: