COMPARTILHE
Independiente-del-Valle-Olimpia-Libertadores-Futebol-Latino-02-02
Foto: Arte Futebol Latino

No Equador, o Independiente Del Valle dominou o Olimpia e venceu por 1 a 0. O gol marcado por Segovia deixa o time equatoriano a um empate de avançar na Libertadores. Os paraguaios precisam vencer por dois gols de diferença para passar de fase.

Leia Mais: Jogando fora, The Strongest vence Wanderers e constrói boa vantagem
Sete brasileiros estão entre os 10 elencos mais valiosos da Libertadores 2017

O confronto

O primeiro tempo foi todo do time equatoriano. O Independiente Del Valle dominava as ações do jogo e buscava infiltrações na defesa bem armada do Olimpia.

Antes dos 10 minutos o Del Valle quase abriu o placar. Em bela enfiada de bola, Estrada saiu na cara do goleiro, mas Azcona conseguiu defender com o pé direito.

Sem muita ambição dentro do jogo, o Olimpia de Pablo Repetto não contra-atacava e quando tinha a posse de bola era presa fácil do meio de campo equatoriano.

Nos minutos finais da primeira etapa o Del Valle fez uma verdadeira blitz no campo de ataque. A pressão deu resultado e aos 38 minutos abriu o placar. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Juan Segovia, que bateu prensado, a bola desviou na zaga e morreu no gol de Azcona, 1 a 0.

Segundo Tempo

A etapa final começou morna e com o Independiente Del Valle dando mais campo para o Olimpia se arriscar. Apesar do campo para avançar, o time paraguaio preferia trocar passes no meio de campo e parecia estar contente com a derrota pelo placar mínimo.

Quando os donos da casa resolveram apertar, quase ampliaram o marcador. O camisa 10 Cortéz triangulou com Núñez e obrigou o goleiro Azcona a praticar excelente defesa.

Insatisfeito com o fraco futebol apresentado, Pablo Repetto promoveu a entrada de Roque Santa Cruz e Pablo Mouche. O Olimpia até melhorou um pouco mais a sua presença no campo ofensivo, mas nada de ameaçar o goleiro Adrián Bone.

Nos minutos finais do confronto, o Del Valle voltou a pressionar o adversário. O meia Cortéz fez muita fumaça pelo lado direito do ataque, mas apesar da pressão, o jogo terminou 1 a 0.

  • Diogo Belart

    Cortes joga muito

  • Paulo Henrique

    Olímpia vence fácil no Paraguai.