SHARE
Foto: Divulgação Inter

A tarde de sol em Porto Alegre e o estádio lotado era o cenário perfeito para o Internacional garantir seu retorno à elite do futebol brasileiro, mas não foi o que aconteceu. O Colorado jogou mal e ficou no empate de 1 a 1 com o Vila Nova. O resultado deixou o time na vice-liderança com 64 pontos e precisa de uma vitória para carimbar sua vaga na Série A. Já o Vila está na sexta colocação com 54.

Na próxima rodada, o Colorado volta a campo diante do Oeste, na Arena Barueri. Enquanto o Vila recebe o Figueirense, no Serra Dourada.

O jogo

Embalado pelo canto da torcida que lotou as arquibancadas do Beira-Rio, o Internacional abriu o placar logo aos 11 minutos. Após levantamento na grande área, o goleiro Luis Carlos saiu mal do gol, a bola sobrou para Dourado, que bateu para a pequena área e Claudio Winck empurrou para o fundo da rede.

A vantagem relaxou o time do Inter em campo e deu um pouco mais de campo para o Vila. Porém, a única jogada de perigo saiu aos 21 minutos com Maguinho. O lateral bateu para dentro da área e Uendel dividiu com o adversário na segunda trave para evitar o gol.

Segundo Tempo

Assim como no duelo da Luverdense, o Internacional levou um gol nos minutos iniciais. Alan Mineiro cobrou falta, Thales não conseguiu afastar e Ruan pegou de voleio, sem chances para Danilo, 1 a 1.

O gol obrigou o Colorado a sair do campo defensivo e buscar o ataque para conquistar o acesso. Com dificuldades para chegar no chão, o jeito foi pela bola aérea e o gol quase saiu em escanteio. D’Alessandro cruzou na cabeça de Thales e o zagueiro tirou tinta do travessão.

Incomodado com a dificuldade do Inter, Guto Ferreira colocou Camilo para criar junto com D’Alessandro e poucos minutos depois quase voltou a liderar o placar. O camisa 21 girou na grande área e bateu cruzado. O goleiro deu rebote e Alemão apareceu para cortar a bola.

No contra-ataque, o Vila Nova quase virou. Alan Mineiro achou Maguinho, que saiu na cara de Danilo. O jogador chutou, o goleiro deu rebote e Uendel afastou o perigo pela linha de fundo.

No último lance, Camilo mandou na grande área e o atacante Carlos carimbou o travessão do Vila Nova.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL X VILA NOVA
Local: Beira-Rio, Porto Alegre (RS)
Data-Hora: 11/11/2017 – 16h30
Árbitro: Dyorgenes Jose Padovani de Andrade (ES)
Auxiliares: Fabiano da Silva Ramires (ES) Vanderson Antonio Zanotti (ES)
Público/renda: pagantes/R$
Cartões amarelos: Rodrigo Dourado, D’Alessandro (INT), Geovane, Fagner (VIL)
Cartões vermelhos: –
Gols: Claudio Winck (11’/1ºT) Ruan (3’/2ºT)

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Claudio Winck, Thales, Léo Ortiz e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenilson e D’Alessandro; William Pottker (Camilo, aos 24/2ºT), Eduardo Sasha (Nico López, aos 11/2º) e Leandro Damião (Carlos, aos 11/2º). Técnico: Guto Ferreira.

VILA NOVA: Luis Carlos; Maguinho, Alemão, Wesley Mattos e Gastón Filgueira; Geovane, Fagner (Heitor, aos 29/2ºT), Ruan, Alan Mineiro e Anderson Luis (Léo Rodrigues, aos 48/2ºT); Lourency (Tiago Adan, aos 0/2ºT). Técnico: Hemerson Maria.