SHARE
inter-mostra-valentia-e-segura-vitoria-mesmo-em-desvantagem-Futebol-Latino-09-10
Foto: Reprodução/Twitter

Apesar de jogar boa parte do segundo tempo com 10 atletas, o Inter mostrou que também tem o lado da dedicação tática ao seu lado e, diante do Brasil de Pelotas, venceu por 1 a 0 jogando no Beira-Rio pelo Brasileirão da Série B.

Leia mais: Rodada da Concacaf define último classificado para a Copa do Mundo
Estreia de duas equipes na Libertadores feminina é suspensa

Os primeiros minutos deram o tom da partida com o Internacional impondo sua melhor qualidade e levando bastante perigo ao gol de Marcelo Pitol logo aos 10 minutos. Depois do chute forte de Willian Pottker e defesa de Pitol, no rebote faltou ângulo e o 99 do Inter chutou na rede pelo lado de fora com o gol vazio.

Numa postura mais retraída (em parte por opção e em parte pela pressão dos donos da casa), o Brasil aguardava o erro do seu oponente para explorar o contra-ataque e conseguia preencher bem os espaços na retaguarda. Porém, no plano ofensivo, não encaixava lances de perigo pelo excessivo erro de passes.

Mesmo dominante na partida, o Colorado sentia o bom momento defensivo dos visitantes e não conseguia muitas jogadas com fluidez necessária para estar a todo momento frente a frente com Marcelo Pitol.

Na parte final dos primeiros 45 minutos, o Brasil até ousou um pouco mais e saiu ao ataque conseguindo chute com João Afonso, mas a bola foi nas mãos de Danilo Fernandes. No entanto, o lance mais perigoso do primeiro tempo até então veio aos 44 para o Inter quando, após cobrança de escanteio, o defensor argentino Victor Cuesta testou a bola para beliscar a trave direita de Pitol.

De tanto insistir, os anfitriões marcaram aos 50 minutos da etapa inicial. Em bola parada de D’Alessandro na primeira trave, Leandro Damião testou no cantinho, embaixo dos braços de Marcelo Pitol, e fez a festa do torcedor Colorado no Beira-Rio.

A postura das duas equipes não se alterou nos primeiros minutos do segundo tempo, mas uma situação inesperada ameaçou mudar o cenário da partida. Depois de uma dividida desleal no meio do campo com Leandro Leite, o atacante Eduardo Sasha foi expulso com cartão vermelho direto pela arbitragem e deixou o time da casa com um a menos.

Percebendo que sua equipe poderia ter mais espaços para aplicar a tão desejada partida de velocidade, o técnico Clemer colocou Rafinha e Juninho nos lugares de João Afonso e Misael para fazer valer a superioridade numérica. Mesmo assim, logo de cara quem conseguiu chegar com perigo foi o Inter em chute de Leandro Damião que explodiu na trave.

Apesar da superioridade numérica, faltava precisão para o time de Pelotas fazer valer essa vantagem e, enquanto isso, as puxadas de contra-ataque de Pottker aliadas com a obediência tática do Inter faziam com que os anfitriões seguissem mais perigosos quando chegavam a frente.

Foram pelo menos duas oportunidades, com Cláudio Winck e Camilo, onde Pitol precisou trabalhar bastante para manter a diferença do placar em apenas um gol. Com isso, o resultado acabou persistindo até o apito final do árbitro Elmo Alves Rezende Cunha.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 1 X 0 BRASIL DE PELOTAS

Local: Beira-Rio, Porto Alegre (RS)
Data-Hora: 09/10/2017 – 20h
Árbitro: Elmo Alves Rezende Cunha (GO)
Auxiliares: Bruno Raphael Pires (GO) e Cristhian Passos Sorence (GO).
Público e renda: 24.836 pessoas / R$ 533.587,00.
Cartões amarelos: Willian Pottker, Edenílson, Victor Cuesta (INT), Marlon, Calyson, João Afonso, Marcelo Pitol, Marcinho, Teco, Leandro Camilo (BRA)
Cartões vermelhos: Eduardo Sasha (INT)

Gols: Leandro Damião (50’/1°T)

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Cláudio Winck, Victor Cuesta, Danilo Silva e Uendel; Charles, Edenílson e D’Alessandro (Camilo, aos 21’/2°T); Eduardo Sasha, Willian Pottker e Leandro Damião (Nico López, aos 32’/2°T). Técnico: Guto Ferreira.

BRASIL DE PELOTAS: Marcelo Pitol; Éder Sciola, Leandro Camilo, Teco e Marlon; Leandro Leite, João Afonso (Rafinha, aos 10’/2°T), Calyson e Marcinho; Misael (Juninho, aos 17’/2°T) e Lincom (Cassiano, aos 36’/1°T). Técnico: Clemer.