SHARE
Internacional-CRB-Brasileirão-Série-B-Futebol-Latino-03-11
Foto: Arte Futebol Latino

O Internacional bem que tentou, mas faltou pontaria e eficiência para a equipe gaúcha conseguir furar o bloqueio do CRB. Com isso, em jogo realizado no Beira-Rio, a partida terminou em 0 a 0.

Leia mais: Em sinal de protesto, elenco do Peñarol não concentrou
Ronaldo Fenômeno faz comparativo entre ele e Neymar no Barça

O início da partida teve, logo aos 12 minutos, um lance que poderia levantar a torcida Colorada. Após cruzamento na área, Willian Pottker cabeceou e, em falha grotesca de Edson Kolln, o zagueiro Victor Cuesta completou para as redes. Entretanto, a arbitragem já marcava impedimento de Pottker.

A partir desse momento, o Colorado começou a arriscar em qualquer oportunidade que surgisse em chutes de fora da área, forçando invariavelmente Edson a espalmar quase que todas as finalizações.

Pelo lado dos alagoanos, não havia nenhum tipo de jogada ou momento onde os visitantes conseguiam sequer “esfriar” a partida com uma cadência mais apurada na posse de bola, praticamente se limitando a se defender das tentativas do adversário.

Apenas em uma bola cruzada na grande área aos 38 minutos, o volante Rodrigo Souza testou próximo ao canto esquerdo de Danilo Fernandes, sendo esse o único lance de algum perigo do ataque do CRB.

Apesar da maior posse de bola do clube gaúcho, os anfitriões não conseguiam estabelecer uma intensa pressão no oponente, rondando a área e tendo extrema dificultar em infiltrar no fechado sistema defensivo do clube das Alagoas.

A volta do intervalo teve o mesmo contexto, porém com o clube de Maceió conseguindo chegar a frente logo na primeira metade do segundo tempo. Aos 17, o meia Danilo Pires deu um belo passe para Neto Baiano chutar de primeira e obrigar Danilo Fernandes a fazer a defesa mais complicada do jogo.

Ao poucos, o clube nordestino foi entendendo que era possível não ficar somente na defesa e, cinco minutos depois, Tinga chutou forte de fora da área e fez novamente Danilo trabalhar. No rebote, a zaga do Inter conseguiu fazer o corte.

No restante do tempo, o Internacional seguia “martelando” a equipe adversária e encontrava muita dificuldade em superar a barreira defensiva do CRB, demonstrando a cada minuto que passava também um tom cada vez mais visível de nervosismo.

Nesse contexto, a partida seguiu até o final com o placar sem qualquer alteração até o derradeiro apito do árbitro Rodolpho Toski Marques.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL X CRB

Local: Beira-Rio, Porto Alegre (RS).

Data-Hora: 03/11/2017 – 19h15.

Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR).

Auxiliares: Bruno Boschilia (PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR).

Público: 25.574 pagantes.

Cartões amarelos: Nico López e Eduardo Sasha (INT); Rodrigo Souza e Neto Baiano (CRB).

Cartões vermelhos: –

Gols: –

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Cláudio Winck, Léo Ortiz, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenílson e D’Alessandro; Eduardo Sasha (Nico López, no intervalo), Willian Pottker (Camilo, aos 18’/2°T) e Leandro Damião (Carlos, aos 26’/2°T). Técnico: Guto Ferreira.

CRB: Edson Kolln; Marcos Martins, Flávio Boaventura, Adalberto e Diego; Adriano (Yuri, aos 11’/2°T), Rodrigo Souza, Danilo Pires e Tinga; Chico (João Paulo, aos 25’/2°T) e Neto Baiano. Técnico: Mazola Júnior.