COMPARTILHAR
goleada-em-casa-colocou-jorge-wilstermann-na-copa-sul-americana-Futebol-Latino-22-02
Foto: AFP

Em meio a pausa de diversas competições latino-americanas e mundiais, os olhos dos atletas que não tem suas seleções jogando a Copa do Mundo estarão atentos a tudo o que ocorrerá em solo russo. Como será o caso, por exemplo, dos jogadores do Jorge Wilstermann.

Leia mais: Marcelo Bielsa assume o comando de time inglês
Borja e Mina roubam a cena em sessão de fotos da Colômbia

Atuais campeões do Apertura e classificados a Libertadores de 2019, o time Aviador teve por meio de três jogadores importantes da equipe uma opinião de concordância: O Brasil é o maior favorito a conquistar o Mundial.

Para o goleiro Arnaldo Giménez, tanto a Amarelinha como também a Argentina são seleções a serem bastante consideradas e mencionou também os talentos individuais da França:

“Os sul-americanos darão muito o que falar. O Brasil porque é uma equipe forte em todas as linhas e de muita tradição. A Argentina porque tem Lionel Messi, mas a França também porque tem grandes jogadores como Antoine Griezmann, Paul Pogba e Kylian Mbappé.”

Na visão do meio-campista Fernando Saucedo, a situação está nítida ao ponto de, em suas palavras, ele chegar a afirmar que a Seleção obterá o hexacampeonato na Rússia. Porém, isso não o impede de demonstrar uma “ligeira” torcida para os hermanos:

“O Brasil será campeão do mundo. Tem jogadores muito bons e penso que o Neymar fará um grande torneio, já que conta com toda a confiança. Gostaria que a Argentina fosse campeã, porque para nós que desfrutamos o futebol queremos que o melhor jogador do mundo (Lionel Messi) consiga um título e cale a boca de todos que falam mal dele.”

Quem também opinou sobre o assunto foi o atacante Gilbert Álvarez e, na sua forma de ver o torneio, ele colocou além do Brasil a seleção da Bélgica como postulante a taça.

“Tenho dois candidatos para o Mundial: Brasil e Bélgica. O Brasil sempre é uma potência, está jogando muito bem e se converte em candidato ao título.”