SHARE
Foto: Moyses Suzarte

De maneira inacreditável, o Vitória foi mais uma vez derrotado dentro do Barradão e não conseguiu se afastar da temida zona de rebaixamento. Agora, o Rubro-Negro está na 16ª colocação, com 34 pontos ganhos.

Leia Mais: Em relatório, Juan Antonio Pizzi não cita atos de indisciplina na seleção chilena
CRB e Boa Esporte se enfrentam para afastar risco de rebaixamento

Na saída do gramado, os jogadores buscavam explicações e cada um ia para um lado. Na visão do volante Uillian Correia, a equipe precisa buscar forças para chegar ao clássico de cabeça erguida e recuperar os pontos que deixou para trás.

“Temos que tirar forças, trabalhar. A gente saiu atrás, reverteu onde tem sido mais difícil. Agora é levantar a cabeça, porque a gente tem um jogo dificílimo diante do nosso maior rival e temos que vencer”, afirmou o volante.

Já Felipe Souto também foi na mesma linha que o companheiro de meio de campo e preferiu focar no jogo contra o Bahia.

“Difícil falar isso. Agora, qualquer coisa vai virar desculpa que não existe. Tem que assumir a responsabilidade. Todo mundo perdeu mais uma e todo mundo está no mesmo barco para cobrar o que tem que cobrar e recuperar, porque domingo já tem clássico”, declaração

Para o atacante Neilton, o Rubro-Negro lamentou mais uma vacilo dentro de casa. “A gente vinha fazendo um bom jogo. A gente acaba vacilando durante a partida”, afirmou.

O Vitória volta a campo no próximo domingo, às 17h (horário de Brasíli), na Arena Fonte Nova, diante do rival Bahia.