COMPARTILHE
Foto: REUTERS/Ivan Alvarado

Mesmo a distância territorial e temporal, o feito de Jorge Sampaoli na Copa América de 2015 com a seleção do Chile ainda repercute, dessa vez em solo espanhol no prêmio do Troféu da Comunidade Iberoamericana realizado no Palácio d’O Pardo em Madri.

Leia mais: Centurión se diz preparado para assumir a camisa 10 do Boca Juniors
Morre a esposa do zagueiro equatoriano Gabriel Achilier

Em uma renomada premiação que coroa figuras esportivas que estejam atuando na região descrita no premiação, o técnico argentino foi contemplado diretamente pelo rei da Espanha, Felipe VI, em companhia da rainha Letícia.

A oportunidade de receber uma honraria referente a conquista de dois anos atrás em solo chileno diante da Argentina na decisão do torneio latino estando na Europa foi algo que deixou Sampaoli muito orgulhoso:

“Que me valorizem aqui por algo feito na América do Sul é algo muito representativo para mim.”

Além de evidentemente citar a respeito do momento que vive seus atuais comandados do Sevilla, o qual definiu como bom, porém “com a necessidade de manter o que foi feito até o momento”, Sampaoli elogiou bastante o meio-campista do Barcelona, Andrés Iniesta, premiado com o troféu Fair Play:

“Iniesta ganhou com o tempo um reconhecimento importante. Nós, que somos de outro continente, acreditamos que Andrés é o exemplo de um esportista ideal. Muito merecido.”