SHARE
Foto: Jorge Sampaoli/Divulgação

Agora não tem mais como esconder. Jorge Sampaoli será o técnico da Argentina na reta final das Eliminatórias. Nesta sexta-feira, o comandante concedeu entrevista coletiva e anunciou que está de saída do time espanhol.

Leia Mais: Conmebol anuncia punição ao Peñarol por confusão contra o PalmeirasEx-Chapecoense assina com o futebol tailandês e será companheiro de brasileiros conhecidos

Durante a conversa, Sampaoli admitiu que não teria como recusar o convite para ajudar seu país a garantir uma vaga na Copa do Mundo. Apesar da expectativa, ele só vai conversar com os dirigentes da AFA para assinar o contrato após o último jogo do Sevilla pelo Campeonato Espanhol.

“Meu sonho desde que tenho uso da razão é dirigir a seleção da Argentina. Como argentino, não posso recusar essa chance, ainda que se rompa uma carreira na Europa que comecei muito bem. Tenho que estar aí”, disse Sampaoli.

Jorge Sampaoli era o preferido da AFA para assumir a vaga deixada por Edgardo Bauza. O ex-comandante do São Paulo fracassou no comando da albiceleste e a seleção está ameaçada de não jogar o próximo Mundial.