COMPARTILHAR
Jorge-Wilstermann-Atletico-Tucumán-Libertadores-Futebol-Latino-11-04
Foto: Arte Futebol Latino

Em jogo movimentado na Bolívia, o Jorge Wilstermann conquistou sua segunda vitória na Libertadores ao bater o Atlético Tucumán por 2 a 1. Os gols da equipe boliviana saíram através de Álvarez e Cabezas. O time argentino fez seu gol com Palomino.

Leia Mais: Promessa do futebol paraguaio, artilheiro Hugo Sandoval faz sua estreia pelo 3 de Febrero
Técnico do Jorge Wilstermann pode perder emprego caso tropece na Libertadores

O resultado deixou o Jorge Wilstermann na liderança do grupo 5 momentaneamente. O time boliviano só permanece na ponta se o Palmeiras não vencer o Peñarol, no Allianz Parque.

O jogo

Mesmo fora de casa, o primeiro lance de perigo foi do Atlético Tucumán. Em falta da intermediária, David Barbona bateu firme, a bola passou no meio da barreira e tirou tinta da trave.

Retraído no sistema defensivo, o Atlético Tucumán apostava em jogadas pelas laterais para chegar com perigo e assustou com Zampedri. Após cruzamento da direita, o camisa 9 ganhou do zagueiro e a cabeçada passou muito perto do gol.

À medida que o tempo foi passando, o Jorge Wilstermann começou a ganhar o meio de campo, mas esbarrava na falta de qualidade para furar o bloqueio do adversário.

Na segunda metade da primeira etapa, a chuva apertou e deixou o jogo ainda mais preso no meio de campo, com as duas equipes encontrando muita dificuldade para criar.

Segundo Tempo

Nitidamente com mais qualidade técnica, o time argentino saiu para o jogo e aos poucos começou a cercar a área defendida por Olivares.

Aos 9 minutos o Atlético Tucumán abriu o placar. Em levantamento de Barbona, Jairo Palomino ganhou de Alex Silva na cabeçada e mandou para o fundo das redes, 1 a 0.

O gol sofrido acordou o Jorge Wilstermann na partida. O técnico Roberto Mosquero mexeu na equipe e promoveu a entrada de Álvarez. Logo em seu primeiro lance, o atacante recebeu cruzamento na medida e deixou tudo igual, 1 a 1.

O tento inflamou o estádio Félix Capriles. Os donos da casa começaram a receber apoio da torcida e encurralaram o Atlético Tucumán na defesa. O resultado não poderia ser outro e a virada saiu aos 27 minutos. Em bela troca de passes, Álvarez cruzou e Cabezas apareceu para deslocar Luchetti e correr para o abraço, 2 a 1.

Na reta final o confronto ficou mais aberto. Em busca do empate, o time argentino deixava espaços atrás, porém os bolivianos não conseguiam ampliar e definir o placar ao seu favor.