Foto: Imago7

A passagem de Juan Carlos Osorio no Paraguai ganhou mais um capítulo nesta quinta-feira. Em participação no programa Fútbol lo Grand, da rádio 1080 AM, da Colômbia, o jornalista Carlos Antonio Vélez revelou que o treinador não recebe salário há cinco meses.

Apesar do momento delicado nos bastidores, o treinador promete se reunir com o presidente da APF, Robert Harrison, e tentar achar uma solução para o caso.

Inicialmente, a ideia é que os dois lados cheguem a um acordo e Osorio continue na seleção paraguaia, mas caso a conversa não seja positiva, uma rescisão não é descartada.

Vale lembrar que, a albirroja tem dois amistosos marcados para o mês de março, contra a seleção do Peru e México.

Passagem Polêmica

Desde a sua confirmação como técnico do Paraguai, o que não faltou foi polêmica em torno de Osorio. A principal foi o possível interesse da Colômbia em seu trabalho. Por muitas vezes foi cogitada a sua saída e até mesmo Luís Chilavert, ícone do futebol local, criticou a postura do comandante.

Recentemente, Osorio criticou publicamente a dificuldade da APF em marcar amistosos e isso gerou um grande mal-estar dentro da entidade.

Resta saber se após a disputa da Copa América, no mês de junho no Brasil, o treinador vai permanecer no Paraguai.