COMPARTILHE
jornalistas-dos-eua-cometem-dois-escorregoes-apresentacao-schweinsteiger-Futebol-Latino-29-03
Foto: Divulgação

Um grande evento, vários jornalistas postados em frente a um verdadeiro astro do futebol mundial, uma grande oportunidade de cobertura… tudo isso fazia parte da apresentação do volante alemão Bastian Schweinsteiger no Chicago Fire que ocorreu ontem (29) em solo estadunidense.

Leia mais: Nicarágua bate Haiti e garante vaga na Copa Ouro 2017
Brasil de Tite somou 13 pontos a mais que Argentina de Bauza

Entretanto, o que talvez não estivesse nos planos nem do atleta tetracampeão da Copa do Mundo com a Alemanha ou mesmo de alguns profissionais da imprensa dos Estados Unidos foram os “deslizes” cometidos em determinadas perguntas direcionadas ao jogador de 32 anos de idade.

Além de responder a vários questionamentos sobre a responsabilidade de ser o principal nome da franquia sempre com muita humildade, Bastian se deparou com algo inusitado: Um jornalista perguntando sobre a sua expectativa no clube para a disputa da Copa do Mundo de 2018.

O responsável por “limpar a barra” do profissional da imprensa foi o próprio dirigente do clube de Chicago, advertindo que a equipe não pode jogar a principal competição de seleções do planeta.

Em outra oportunidade, Schweinsteiger foi questionado se ainda alimentava esperanças em atuar com o selecionado alemão pelo Mundial da Rússia. Polidamente, o jogador apenas repetiu a informação que ele mesmo passou ao público em 2016 sobre sua aposentadoria da equipe principal germânica:

“Defender o meu país? Não, não, eu me aposentei (da seleção).”