COMPARTILHE
Foto: AFP

*Por Mônica Alvernaz

Philippe Coutinho é um dos mais importantes nomes da equipe do Liverpool. Uma lesão, no entanto, tirará o brasileiro das próximas semanas de atividades do clube. Com isso, o técnico, Jurgen Klopp, precisou escolher um nome para substituí-lo no período.

Leia mais: Técnico do Universitario revela inspiração surpreendente em escalação de zagueiro
“Messi é um gênio, Cristiano Ronaldo não é”, disse Fabio Capello

A vitória de 2×0 do Liverpool sobre o Sunderland no último sábado (26), não foi só de alegrias. Se o triunfo foi fundamental para o Liverpool se manter na briga pelo título, uma lesão preocupou os torcedores do time inglês.

Foi neste jogo que Philippe Coutinho lesionou o tornozelo, o que o deixará fora por cerca de seis semanas. Com a lesão do meia, o treinador da equipe precisou pensar rápido em uma substituição.

Para aumentar o problema do treinador do clubes inglês, outra lesão desfalca ainda mais o Liverpool. Daniel Sturridge segue se recuperando de uma lesão na panturrilha e segue fora do time.

Com as lesões, a opção de Jurgen Klopp para o lugar de Philippe Coutinho foi o belga Divock Origi. Apesar de ter passado grande parte do campeonato como reserva, o técnico do clube inglês elogia a postura de Origi.

“Divock ainda tem 21 anos e, como não atuou muito nos últimos meses, ele não tinha ritmo, mas ele está sempre trabalhando, nunca lamentando”.

Com alguns desfalques e Origi entre os titulares, o Liverpool voltará a campo no próximo domingo (4). O adversário será o Bournemoth e a bola rola às 11h30.

Atualmente, a equipe de Philippe Coutinho ocupa a vice-liderança da competição, com 30 pontos. O Liverpool está atrás apenas do Chelsea, que soma 34 pontos até aqui na Premier League.

COMPARTILHE
A redação do site pioneiro em informações detalhadas a respeito do futebol na América Latina trabalha sempre para unir qualidade e dinamismo a um conceito moderno de jornalismo esportivo.