COMPARTILHAR
lateral-norte-americano-alega-que-ambicao-da-selecao-precisa-ser-maxima-Futebol-Latino-09-02
Foto: Divulgação/U.S. Soccer

O lateral-direito do Newcastle, DeAndre Yedlin, foi extremamente taxativo ao falar sobre como o futebol nos Estados Unidos, principalmente em relação a seleção, pode chegar a um novo estágio de evolução.

Leia mais: Hernane Brocador é o nome da vez como centroavante para o Grêmio
Contratação de atleta do Força e Luz vira investigação policial

Para ele, a primeira coisa a se fazer é ter um pensamento de forma que o objetivo do US Team seja o título de uma Copa do Mundo.

“Por mim, eu quero ganhar uma Copa do Mundo. Se esse não for o objetivo, eu não acho que deveria estar jogando. Muitas pessoas podem dizer que isso não é realista, mas eu digo: ‘Por que?’ Por que não é realista? O Leicester City ganhou a Premier League e ninguém pensou que aquilo poderia acontecer, mas ele conseguiu. Se esse não for o objetivo, então eu acho que as coisas precisam ser reavaliadas”, pontuou em declaração a emissora NBC Sports.

Em relação a equipe sequer ter obtido a classificação para o Mundial da Rússia, Yedlin diz que isso precisa servir como motivação tanto para um melhor desempenho nas Eliminatórias como também dentro do Mundial de 2022 no Catar:

“Eu não diria que é uma benção disfarçada, mas eu penso agora, especialmente pelo pessoal que passou por isso, que somente agora sentimos o real desapontamento do que é não chegar a uma Copa do Mundo. Isso precisa ser uma motivação extra não só para conseguir chegar nela (Copa do Mundo) como também ir bem dentro dela.”