Olimpia-LDU-Libertadores-Futebol-Latino-30-07
Foto: Divulgação/Conmebol

Não foi das partidas mais tranquilas, porém a LDU, que chegou com boa vantagem para duelar com o Olimpia em Assunção pelas oitavas de final da Copa Libertadores, segue em frente na competição em busca do bicampeonato com o empate por 1 a 1.

Leia mais: Cruzeiro perde nos pênaltis e cai diante do River Plate na Libertadores
Classificação épica! Zulia elimina Sporting Cristal e está nas quartas de final da Sul-Americana

Pelo chavemento, agora os comandados do técnico uruguaio Pablo Repetto esperam quem se classificar do confronto da próxima quarta-feira (31) às 21h30 (horário de Brasília) em La Bombonera entre Boca Juniors e Athletico-PR. Na ida, 1 a 0 para os argentinos em Curitiba.

Primeiro tempo

Tudo dava a entender que o Olimpia estava mais próximo de marcar, rondando a grande área equatoriana e dando poucas alternativas para o seu adversário encaixar contra-ataques. Não à toa, aos nove minutos, o Decano formulou excelente chance de abrir a contagem quando Roque Santa Cruz recebeu cruzamento na medida e testou para a bola raspar o travessão da meta de Adrián Gabbarini.

Todavia, bastou um equívoco considerável do sistema defensivo dos paraguaios para que o oportunismo de Jhojan Julio fosse determinante na saída do primeiro zero da contagem em Assunção. Antolín Alcaraz e Alfredo Aguilar se atrapalharam na contenção da bola e, na dividida, ela sobrou limpa para Julio tocar para o gol vazio.

O tento visivelmente afetou a questão emocional da equipe anfitriã que começava a “cair” no jogo de cena praticado pelos atletas da LDU em diversos momentos, principalmente na questão de atrasar a reposição de bola.

Porém, aos 35, uma triangulação muito bem feita colocou o lateral Sergio Otálvaro na cara de Gabbarini que, ao defender apenas parcialmente, viu a bola passar por baixo dele e sobrar para o ex-Palmeiras William Mendieta bater pras redes sem maiores problemas, 1 a 1.

Segundo tempo

O retorno do intervalo apresentou o desenho que parecia ser “dos sonhos” para o Decano já que, ainda com três minutos, o autor do gol da LDU (Jhojan Julio) entrou de maneira muito dura em dividida com José Leguizamón próximo ao círculo central. Ao ponto de, aliás, o atleta receber cartão vermelho diretamente.

Como se isso por si só já não desse vantagem considerável para todo o restante da partida, aos nove Jefferson Orejuela viu a bola bater em seu braço na grande área onde, após revisão no monitor do VAR por parte do árbitro peruano Diego Haro, foi confirmada a penalidade.

Todavia, quando parecia que tudo daria certo ao Olimpia, na hora da cobrança Mendieta exagerou na tentativa de caprichar na batida e bateu ao lado da trave esquerda do gol, deixando o torcedor no Defensores del Chaco bem mais silenciosos e ressabiados.

Com isso, o jogo virou um total e absoluto ataque contra defesa em um bombardeio de cruzamentos e chutes de média e longa distância dos mandantes contra a meta do time de Quito. Por sua vez, a Liga se segurou como pode em noite onde a zaga montou barreira intransponível e assegurou a classificação.