COMPARTILHAR
LDU-Guabirá-Copa-Sul-Americana-Futebol-Latino-10-04
Foto: Arte Futebol Latino

Um jogo que parecia bastante controlado pela LDU diante do Guabirá pela Copa Sul-Americana no Equador acabou se tornando menos vantajoso do que poderia ser, já que o placar final de 2 a 1 deixou os bolivianos mais “vivos” no confronto.

Leia mais: Concachampions define hoje postulantes a vaga no Mundial de Clubes
Renato Gaúcho sobre permanência no Grêmio: “Tomei a decisão certa”

Nos primeiros minutos a LDU até teve maior domínio territorial como era esperado. No entanto, os lances ofensivos em nenhum momento se tornaram efetivamente em finalizações que assustaram a meta de Luis Cárdenas.

Por outro lado, o Guabirá se mostrava bastante organizado em sua proposta, dando poucos espaços atrás e fazendo uma troca de passes rápida, porém insuficiente para aproveitar os espaços dados pelos equatorianos.

O primeiro grande momento da Liga veio em jogada de Gastón Rodríguez chutando de fora da área, passando bem perto do lado esquerdo do gol de Cárdenas. Com essa dificuldade, foi na base da bola longa nas costas da zaga que a equipe de Casablanca achou espaço para abrir o marcador.

Depois de lindo lançamento feito por Franklin Guerra, Anderson Julio entrou livre pelo lado esquerdo da zaga boliviana e cruzou rasteiro para Rodríguez, de carrinho no contrapé do goleiro, anotou para a LDU.

O panorama do duelo não mudou e, pelo alto, o time da capital equatoriana aumentou aos 40 minutos. Depois de cobrança de escanteio feita por Christian Cruz, o artilheiro Hernán Barcos testou firme, sem chance de alcance para Cárdenas.

Na volta do intervalo, a partida parecia tão tranquila a favor da Liga que, aos 13 minutos, depois de escanteio na defesa dos comandados de Pablo Repetto, a bola espirrou e Jorge Pizarro descontou para o time da cidade de Montero.

O gol animou os visitantes e visivelmente abalou o time anfitrião, tanto é que o nervosismo começou a afetar nas jogadas ofensivas do time Blanco. E deu até mesmo a chance de empate ao Guabirá em cobrança de falta defendida por Adrián Gabbarini onde, no rebote, o lateral-direito Oscar Añez acabou não pegando o rebote da maneira que queria e viu ela passar bem devagar na frente da meta adversária.

A Liga chegou a chutar no máximo na trave com Jhojan Julio, que entrou no lugar de Anderson Julio, mas não conseguiu ampliar sua dianteira tanto no jogo como pensando na eliminatória como um todo.